Busca avançada
Ano de início
Entree

Dose e tempo-resposta da fotobiomodulação por LEDs (Light-Emitting Diodes) sobre a dor lombar crônica

Processo: 17/18722-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Cleber Ferraresi
Beneficiário:Vinícius de Lima Gasparotto
Instituição-sede: Centro de Ciências da Saúde. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fototerapia   Terapia a laser de baixa intensidade   LED   Dor lombar   Dor crônica

Resumo

Introdução: A dor lombar crônica pode ser definida como uma dor contínua, de mesma intensidade e que persiste por mais de 3 meses. Há diversas modalidades terapêuticas para se tratar a dor lombar, como fármacos para relaxamento muscular, anti-inflamatórios e analgésicos. Porém, o uso prolongado dos fármacos pode promover efeitos adversos. A fotobiomodulação (FBM) tem ganhado destaque nesse contexto por se mostrar eficiente na modulação da dor. No entanto, não existem estudos que investigaram a dose-resposta, bem como o tempo-resposta da FBM para o alívio da dor, a capacidade funcional e a flexibilidade da coluna de pacientes com dor lombar crônica. Objetivo: avaliar os efeitos de três doses de FBM sobre a dor, capacidade funcional e flexibilidade da coluna lombar de indivíduos com dor lombar crônica ao longo de 24 horas. Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico randomizado, duplo-cego, cruzado e com placebo. Participarão do estudo 36 voluntários diagnosticados com dor lombar crônica. Os voluntários serão submetidos à avaliação da intensidade da dor, alívio da dor, incapacidade funcional e flexibilidade. Serão 3 sessões de FBM (dose-resposta): 1) FBM efetiva com baixa dose de luz (50 J); 2) FBM efetiva com alta dose de luz (500 J) e 3) FBM placebo (0 J). A FBM será aplicada por meio de um cluster de 69 LEDs (light-emitting diodes), sendo 35 LEDs na faixa do vermelho (630±10nm) e 34 LEDs na faixa do infravermelho(830±20nm), sobre a região do gânglio da raiz dorsal da vértebra lombar 2 (L2). Todos os voluntários serão avaliados em 5 momentos (tempo-resposta): 1) pré intervenção; 2) 1 hora após FBM; 3) 3 horas após FBM; 4) 6 horas após a FBM e 5) 24 horas após a FBM. Entre cada sessão de FBM, será realizado um washout de 45 dias. Para a análise dos dados, será adotado um nível de significância de 5%. (AU)