Busca avançada
Ano de início
Entree

Letramento digital e intervenção programada remota a idosos por meio do uso de dispositivos móveis

Processo: 18/05690-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Meire Cachioni
Beneficiário:Tássia Monique Chiarelli
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/19915-0 - Letramento digital e intervenção programada remota a idosos por meio do uso de dispositivos móveis., AP.R
Assunto(s):Dispositivos móveis   Letramento digital   Idosos

Resumo

Trata-se de bolsa de treinamento técnico, modalidade TT-3, para profissional graduado em Gerontologia. A atuação se dará no projeto de letramento digital de idosos para o uso de novos dispositivos tecnológicos, utilizando-se como recurso pedagógico um aplicativo de monitoramento e avaliação de aprendizagem, denominado ESPIM. O bolsista será responsável por realizar atividades de coordenação, organização e mediação dos cursos de letramento ofertados aos idosos. Essas atividades incluem apoio no desenvolvimento do método e plano de aula desenvolvido, e na criação e acompanhamento das tarefas oferecidas virtualmente via ESPIM. Além disso, também auxiliará na gestão dos dados coletados na pesquisa. Descrição dos Objetivos: Objetiva-se que o bolsista apoie as atividades desenvolvidas pelos pesquisadores da EACH USP em diferentes âmbitos, a saber: a) monitoramento do pré-teste e pós- teste; b) acompanhamento das aulas presenciais destinadas aos alunos idosos; c) coordenação dos conteúdos de ensino programados para as aulas presenciais; d) supervisão das atividades enviadas pelo ESPIM; e) auxilio na organização do banco de dados. Plano de Trabalho, Metodologia e Cronograma: A bolsa TT 3 será destinada à profissional graduado em Gerontologia, sem vínculo empregatício. A bolsa exige dedicação de 40 horas semanais para que seja cumprida todas as atividades planejadas. O bolsista receberá treinamento referente ao uso do aplicativo ESPIM, a fim de compreender sua funcionalidade e uso, como métrica de avaliação do desempenho dos idosos nas aprendizagens. A partir disso, será organizada a agenda de atividades do bolsista com enfoque na mediação entre os pesquisadores responsáveis e os alunos de graduação que conduzirão as aulas presenciais. Caberá ao bolsista o contato direto e contínuo com os alunos de graduação que conduzem as aulas presenciais, a fim de auxiliar na programação do conteúdo, verificar a organização das atividades em cada turma, o uso do sistema ESPIM e a organização do banco de dados. Concomitante, terá o papel de supervisionar a frequência dos alunos idosos, como também promover a escuta ativa dos mesmos. Em paralelo com essa coordenação direta, o bolsista será incumbido de reportar tais informações aos pesquisadores responsáveis por meio de reuniões ou apresentação de relatórios. Com o propósito de auxiliar na produção dos artigos, o bolsista também ficará responsável pela atualização bibliográfica, que também será reportado aos pesquisadores por meio de apresentação ou de envio do conteúdo por meio online. (AU)