Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanocompósitos binários baseados em óxidos de metais de transição mistos bidimensionais e polianilina para aplicação em dispositivos de armazenamento de energia flexíveis

Processo: 18/02142-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sergio Humberto Domingues
Beneficiário:Caroline Brambilla de Aquino
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologia (MackGrafe). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Polianilina   Armazenamento de energia   Demanda energética   Fontes alternativas de energia   Nanotecnologia

Resumo

Diante da problemática mundial da crise energética e a preocupação com o esgotamento das fontes de energia, surge a necessidade de pesquisas na área energética, com alternativas que melhorem o desempenho dos dispositivos e reduza ou substitua as matérias-primas utilizadas atualmente, com menor custo e mais sustentabilidade. Nesse contexto, a nanotecnologia surge com o objetivo de produzir novos materiais, que possam ser utilizados, para serem aplicados em diversos sistemas, tornando-os mais eficientes, econômicos e com elevado desempenho. Os nanomateriais mais utilizados para aplicação em dispositivos de armazenamento de energia, são os óxidos de metais de transição, os polímeros condutores e os materiais derivados de carbono. Essas estruturas, quando combinadas, apresentam um desempenho ainda maior, ocasionado pela interação e sinergismo entre os componentes. Dessa forma, este trabalho propõe a síntese e caracterização de um nanocompósito inédito baseado em um óxido misto de metais de transição, com confinamento 2D, o RuxWyOZ, e um polímero condutor que é a polianilina. A obtenção de óxidos mistos bidimensionais ainda é um grande desafio para ciência, tratando-se, portanto, de uma área abrangente para novas pesquisas. Além disso, a combinação de RuxWyOZ/Polianilina, irá permitir não só o aumento da eficiência do sistema, mas também a obtenção de um dispositivo flexível, podendo ser utilizados substratos sem propriedades condutoras, como a PET, devido a elevada condutividade do polímero utilizado. As metodologias apresentadas nesse trabalho serão inovadoras, relativamente simples e aplicáveis em qualquer laboratório. Serão utilizadas também, diversas técnicas de caracterização de materiais, procurando explorar e compreender as propriedades desse nanocompósito binário inédito. (AU)