Busca avançada
Ano de início
Entree

Emissões de gases de efeito estufa e balanço de carbono em função da calagem e do preparo do solo em cana-de-açúcar

Processo: 17/18988-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Juliano Carlos Calonego
Beneficiário:Ana Stella Freire Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/20593-9 - Preparo profundo do solo em faixas e calagem na cana-de-açúcar: qualidade do solo, emissão de gases de efeito estufa, parâmetros fisiológicos e produtividade, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Manejo do solo   Calagem   Gases do efeito estufa   Emissão de gases   Carbono   Cana-de-açúcar

Resumo

As modificações no sistema de produção de cana-de-açúcar envolvendo o aumento dos processos mecanizados elevam a compactação do solo, reduzindo o crescimento radicular, a produtividade e a longevidade do canavial; assim, se faz necessária a adoção de práticas que atenuem esses efeitos. O preparo profundo do solo em faixa e controle de tráfego pode resultar no melhor enraizamento, aproveitamento de água e nutrientes, com consequente aumento da produção de biomassa, principalmente quando acompanhado de calagem adequada. Contudo, essa técnica altera as entradas e as saídas de carbono no solo, podendo afetar o estoque e balanço de carbono no sistema solo-planta. Objetiva-se com esse trabalho avaliar, em área de cultivo de cana-de-açúcar, o efeito da calagem e do preparo profundo em faixas, bem como a interação entre esses fatores, no balanço de carbono no sistema solo-planta, nas emissões de gases de efeito estufa (convertido em equivalente carbono - Ceq), na qualidade da matéria orgânica formada, além da produtividade de colmos. Para isso, será realizado um experimento em solo de textura média, utilizando-se o delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas por três sistemas de preparo do solo (1 - Preparo Convencional (PC) - padrão/controle; 2 - Preparo Profundo Modificado em Faixa com haste Subsoladora e Enxada Rotativa (PPFSER); 3 - Preparo Profundo Modificado em Faixa com haste Subsoladora e Enxada Rotativa (PPFSER modificado)) e as subparcelas por quatro doses de calcário (0, 1, 2 e 3 vezes a dose recomendada por Spironello et al. 1996, baseado nas amostras de solo das camadas de 0,0-0,20 e 0,20-0,40 m), totalizando 12 tratamentos. Os dados serão submetidos à análise de variância e serão comparados pelo teste LSD, no caso das variáveis qualitativas, e por meio de análise de regressão, no caso de efeitos das doses de calcário. (AU)