Busca avançada
Ano de início
Entree

Carga genética e eficácia de seleção em populações miscigenadas

Processo: 18/05500-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Diogo Meyer
Beneficiário:Jônatas Eduardo da Silva César
Supervisor no Exterior: John Novembre
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Chicago, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/19990-6 - Descobrindo variantes raras nos genes HLA: análise evolutiva e impacto sobre carga genética, BP.PD
Assunto(s):Genética populacional   Carga genética   Evolução molecular   Miscigenação

Resumo

Para entendermos como a demografia e seleção modulam a variação genética, em especial no que diz respeito ao acúmulo de mutações deletérias, dois processos quantitativos são fundamentais: a carga genética e a eficácia da seleção em remover variantes deletérias. A magnitude desses processos são influenciados por eventos demográficos como divisão, gargalos e expansões populacionais. Em populações humanas, o consenso é de que existe pouca diferença de carga genética, contudo, a eficácia da seleção pode ter magnitudes diferentes dependendo da população sendo que as populações Africanas são as que apresentam a maior eficácia de seleção. Neste contexto, as populações miscigenadas são produto do encontro de indivíduos oriundos de populações com histórias demográficas e seletivas muito distintas e o efeito da carga genética e eficácia da seleção neste tipo de população ainda é pouco compreendido.Devido à crescente importância do processo de miscigenação sobre a diversidade genética das futuras populações humanas, no presente estudo propomos investigar através simulações computacionais e modelos teóricos como eventos demográficos e seletivos influenciam a carga genética e a eficácia de seleção em populações miscigenadas. Nosso foco será o de estender os tratamentos analíticos de carga genética e eficácia de seleção existentes para modelos envolvendo um número arbitrário de populações parentais e diferentes taxas de miscigenação. Também propomos quantificar as magnitudes da carga genética e eficácia de seleção em populações miscigenadas reais, incluindo as que estão presente no projeto 1000 Genomas e numa amostra da de 1320 indivíduos população da Brasileira através de dados genômicos do Projeto AbraOM. Este estudo será realizado nos Estados Unidos, numa colaboração com o Prof. John Novembre que é membro do departamento de Genética Humana da Universidade de Chicago e um dos principais especialista nas áreas de carga genética e populações miscigenadas humanas. (AU)