Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da ação bactericida da piocina S8: novas perspectivas para o tratamento de infecções causadas por cepas de Pseudomonas aeruginosa multirresistentes

Processo: 17/23839-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Luis Eduardo Soares Netto
Beneficiário:Helena Gabriela Turano Gomes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07937-8 - Redoxoma, AP.CEPID
Assunto(s):Pseudomonas aeruginosa   Antibacterianos   Antibióticos

Resumo

Pseudomonas aeruginosa é uma bactéria patogênica oportunista que pode ocasionar diferentes infecções em humanos. O surgimento e a disseminação de linhagens multirresistentes (MRs) têm causado elevados níveis de morbidade e mortalidade. A resistência bacteriana tem sido amplamente documentada e, agora, representa uma ameaça global à humanidade. Diante da ausência de antimicrobianos eficientes contra P. aeruginosa MRs, o desenvolvimento de novas alternativas terapêuticas é fundamental. Estudos recentes demonstram que as piocinas possuem potente atividade bactericida contra P. aeruginosa, porém sua eficácia contra linhagens MRs tem sido pouco explorada. Piocinas são toxinas proteicas produzidas por P. aeruginosa, sob determinadas condições de estresse, que atuam na competição intraespecífica. Durante meu programa de doutorado demonstrei que a piocina S8, produzida pela cepa de P. aeruginosa (ET02), isolada da microbiota intestinal humana, apresentou potente atividade bactericida contra treze linhagens de P. aeruginosa MRs produtoras de ²-lactamases clinicamente importantes (SPM-1, GIM-1, VIM-1, IMP-1, KPC-2 e GES-5). Porém, mecanismos subjacentes a esse processo são ainda obscuros. Nesse projeto, pretendemos investigar aspectos estruturais, bioquímicos, microbiológicos e ensaios de virulência para melhor compreender a ação bactericida de piocinas. Ênfase será dada a piocina S8 cujos estudos se iniciaram durante meu doutorado. Eventualmente outras piocinas poderão ser utilizadas e comparadas com os dados obtidos com a piocina S8. As estratégias para atingir esses objetivos estão descritas a seguir.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.