Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização da técnica de RS-PCR para tipificação de espécies de Corynebacterium isoladas de suínos e bovinos

Processo: 18/00514-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Luisa Zanolli Moreno
Beneficiário:Letícia Silvestre Damaceno
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia   Técnicas de diagnóstico animal   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Corynebacterium   Doenças dos suínos   Suínos

Resumo

O gênero Corynebacterium é encontrado em diversos nichos ecológicos, como solo e esgoto, além de ser comumente isolado de diferentes espécies animais. O caráter zoonótico de várias espécies toxigênicas do gênero já foi descrito na literatura. Em suínos, apesar de pouco estudado, há relatos de isolamento de espécies de Corynebacterium, principalmente, do trato respiratório superior e geniturinário. Já em bovinos, a espécie C. bovis é mais frequentemente relacionada com quadros de mastite. Devido ao caráter fastidioso de cultivo e sua grande variabilidade das espécies do gênero, a correta identificação das respectivas espécies é um desafio que geralmente requer sequenciamento gênico e análise filogenética. O objetivo do presente estudo é tipificar estirpes de Corynebacterium spp. isoladas de distintas amostras clínicas de suínos e bovinos pela técnica de RS-PCR. As estirpes foram previamente identificadas pela técnica de MALDI-TOF MS. A identificação das espécies será confirmada pela análise filogenética dos genes 16S rRNA e rpoB. A técnica de RS-PCR será padronizada para a tipificação das espécies de Corynebacterium a partir de estirpes controle e aplicada às estirpes clínicas de Corynebacterium spp. isoladas de suínos e bovinos. Dessa forma, será possível identificar as espécies de corinebactérias capazes de causar infecção em suínos e bovinos por uma técnica mais rápida e fácil de forma que o estudo da epidemiologia da infecção em animais poderá ser aprofundado de modo a averiguar a real frequência e distribuição das espécies do gênero que causam doença. (AU)