Busca avançada
Ano de início
Entree

Exploração da vitamina B1 como pro-drug na Malária e MRSA

Processo: 18/00562-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Carsten Wrenger
Beneficiário:Larissa Prechedes de Souza
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/26722-8 - Drug discovery contra doenças infecciosas humanos, AP.TEM
Assunto(s):Malária   Staphylococcus aureus resistente à Meticilina   Plasmodium falciparum   Resistência a medicamentos   Quimioterápicos   Descoberta de drogas   Desenvolvimento de fármacos   Tiamina

Resumo

As doenças infecciosas atemorizam a humanidade e atualmente os patógenos causadores desenvolveram resistência às drogas, além de estarem disseminados geograficamente devido a globalização. A atual resistência a quimioterápicos está ocorrendo em quase todos os patógenos e, portanto, é urgentemente necessário descobrir novas drogas e/ou novos modelos de drogas eficazes. O foco deste trabalho será direcionado para a descoberta de pro-drugs, explorando o uso de vias biossintéticas da vitamina B1 no patógeno humano Plasmodium falciparum, o parasita responsável pela predominância de casos graves de malária, e a bactéria multi-resistente Staphylococcus aureus MRSA. Pro-drugs serão analisadas contra a proteína recombinante tiamina pirofosfoquinase (TPK) de P. falciparum e S. aureus vendo a aceitabilidade com o substrato, bem como a sua capacidade de combater o parasita no nível celular utilizando P. falciparum transgenicamente modificado. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.