Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do condicionamento físico pré-operatório nas complicações pulmonares, tempo de hospitalização, capacidade funcional, qualidade de vida e mortalidade de pacientes submetidos a cirurgia oncológica de grande porte: um ensaio controlado e aleatorizado

Processo: 17/24276-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Adriana Claudia Lunardi
Beneficiário:Isabel Fialho Fontenele Garcia
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Universidade Cidade de São Paulo (UNICID). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Condicionamento físico   Período pré-operatório   Complicações pós-operatórias   Tempo de internação   Qualidade de vida   Mortalidade   Oncologia cirúrgica

Resumo

Quando a ressecção cirúrgica é o tratamento indicado para o Câncer, podem ocorrer Complicações Pulmonares Pós-operatórias (CPPs). Condicionamento físico pré-operatório é benéfico em cirurgias torácicas e abdominais, mas ainda foi pouco testado em outras cirurgias de grande porte. Objetivos: Avaliar os efeitos do condicionamento físico pré-operatório na incidência de CPPs, capacidade funcional, tempo de internação hospitalar, qualidade de vida e mortalidade pós-operatória em pacientes submetidos à cirurgia oncológica de grande porte. Métodos: Ensaio controlado e aleatorizado envolvendo 54 pacientes com Câncer que estiverem aguardando tratamento cirúrgico no Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual. O grupo intervenção realizará condicionamento físico, com exercício aeróbico em esteira ergométrica e exercícios resistidos de membros inferiores 3 vezes por semana, em dias não consecutivos durante 4 semanas. O grupo controle receberá tratamento placebo com orientação para realizar 10 respirações seguidas, 2 vezes ao dia, em dias não consecutivos durante 4 semanas. Os grupos serão comparados por meio do teste T ou Mann-Whitney, quanto à capacidade funcional (Incremental Shuttle Walk Test) e qualidade de vida (European Organization for Research and Treatment of Cancer - Quality of Life Questionnaire Core-30) antes e após a intervenção. Além disso, a incidência de CPPs e mortalidade pós-operatória serão comparadas por teste qui-quadrado. O tempo de internação hospitalar será comparado por análise de sobrevida de Kaplan-Meier. Também serão verificadas taxas de recrutamento, adesão, satisfação com o tratamento e eventos adversos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)