Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliando a eficácia dos treinos de tato e ouvinte com estímulos de dois elementos na aquisição de língua estrangeira

Processo: 18/03718-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mariéle de Cássia Diniz Cortez
Beneficiário:Mayara da Silva Ferreira
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50909-8 - INCT 2014: Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE): aprendizagem relacional e funcionamento simbólico, AP.TEM
Assunto(s):Comportamento verbal

Resumo

Alguns estudos têm avaliado, de que maneira, alguns procedimentos de ensino podem favorecer a aquisição de repertórios intraverbais relacionados à aprendizagem de uma língua estrangeira em crianças. O presente estudo terá como objetivos: 1) avaliar a eficácia dos treinos de tato e de ouvinte, com estímulos de dois elementos (objeto e cor) organizados em matriz, na emergência de respostas intraverbais bidirecionais (inglês-português e português-inglês) e, 2) verificar a eficácia dos treinos em produzir generalização e recombinação entre os pares de elementos. Participarão seis crianças com desenvolvimento típico de seis a 10 anos de idade. As condições experimentais serão: 1) Teste Pré-treino que avaliará o repertório inicial de tato, ouvinte e intraverbal das crianças diante dos conjuntos de estímulos (cores e objetos); 2) Treino de Tato: Fase 1 ensino das cores, em que a experimentadora apresentará um estímulo visual (cartão com uma cor) e solicitará a nomeação da cor em inglês e Fase 2 ensino do objeto + cor, semelhante a Fase 1, porém utilizando estímulos visuais de dois elementos (objeto + cor); 3) Treino de Ouvinte: Fase 1 ensino das cores, em que a criança deverá apontar a cor correspondente (em um arranjo de três cartões) à palavra vocalizada em inglês pela experimentadora e a Fase 2 ensino do objeto + cor, que será realizada da mesma maneira que a Fase 1, porém com estímulos de dois elementos (objeto + cor); 4) Teste Pós-treino, que verificará a emergência de respostas intraverbais bidirecionais (inglês-português e português-inglês) e 5) Teste de Generalização de Respostas Intraverbais Bidirecionais que avaliará a recombinação entre nome de objetos e cores que não foram diretamente ensinados. Os dados serão analisados quanto ao número de acertos ao longo de todas as condições experimentais considerando o tipo de procedimento de ensino empregado. (AU)