Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos genômicos de resistência a Anaplasmose bovina em animais da raça Braford

Processo: 17/21000-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Henrique Nunes de Oliveira
Beneficiário:Andrea Renata da Silva Romero
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/07216-7 - Estudo genômico e caracterização imunológica de bovinos resistentes à babesiose bovina e análise da diversidade genética de Babesia bovis e Babesia bigemina, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/00412-3 - Estimativas de heterozigosidade e composição genética de animais da raça Braford e aplicação em modelos de estudo de associação genômica ampla da característica níveis de infecção por Babesia bigemina, BE.EP.DR
Assunto(s):Bovinos   Gado Braford   Haplotipos   Polimorfismo de um único nucleotídeo   Anaplasma marginale   Estudo de associação genômica ampla   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   Inferência bayesiana

Resumo

A Anaplasmose bovina tem implicado em perdas econômicas na pecuária de corte devido às despesas com o tratamento da doença, queda nos desempenhos produtivo e reprodutivo e morte do animal. Considerando que é crescente a demanda por proteína animal e a importância do controle de doenças como a Anaplasmose, o objetivo do projeto será a aplicação de estudos de associação genômica ampla (GWAS) e seleção genômica (GS) para a característica de resistência a Anaplasmose, em bovinos da raça Braford. O grupo amostral será composto por aproximadamente 1000 animais da raça Braford, genotipados em painel Illumina BovineSNP50 BeadChip. A quantificação da infecção por A. marginale será feita por meio da técnica de qPCR. Os dados serão submetidos ao controle de qualidade para remoção tanto de amostras quanto de marcadores SNPs (Single Nucleotide Polymorphisms) viesados. A reconstrução dos haplótipos será realizada utilizando o programa fastPhase e haplótipos constituídos por 5 marcadores adjacentes serão utilizados como unidades fundamentais dos testes de associação e seleção genômica. Ambos os estudos genômicos (GWAS e SG) serão realizados utilizando modelo Bayesiano esparso linear misto (BSLMM) por meio do software GEMMA. Os resultados do GWAS e SG podem indicar a viabilidade da incorporação da característica de resistência a Anaplasmose em programas de melhoramento. (AU)