Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel inibitório dos canais para potássio ativados por cálcio 2,3 (KCa 2,3) na ativação do NLRP3 induzida pela endotelina-1 (ET-1) e no prejuízo da função erétil em modelo de hipertensão DOCA/Sal

Processo: 18/05638-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Pesquisador responsável:Fernando Silva Carneiro
Beneficiário:Rafael Sobrano Fais
Supervisor no Exterior: Ulf Simonsen
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Aarhus University, Dinamarca  
Vinculado à bolsa:16/07641-0 - Papel do NLRP3 na disfunção erétil em modelo de hipertensão DOCA/sal e sua possível ativação por ET-1, BP.DR
Assunto(s):Hipertensão

Resumo

A disfunção erétil (DE) está frequentemente associada com fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares como hipertensão arterial. A hipertensão arterial é um problema de saúde pública A disfunção erétil (DE) está frequentemente associada com fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares como hipertensão arterial. A hipertensão arterial é um problema de saúde pública pois é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, cerebrovasculares e renais. Adicionalmente, a DE ocorre com o dobro da frequência em pacientes com hipertensão arterial, quando comparados com normotensos. O dano vascular na hipertensão arterial ocorre em parte devido ao prejuízo na função endotelial, bem como o aumento de mediadores inflamatórios. Além disso, diversos estudos mostraram que o aumento na expressão de mediadores inflamatórios está intimamente relacionado com a DE. A modulação dos canais para potássio ativados por cálcio 2,3 (KCa 2,3) foi proposta como uma abordagem para restaurar a função endotelial e inibir o processo inflamatório. Ambos, a DE e a hipertensão arterial são fortemente influenciadas pela redução da atividade dos KCa 2,3 ou pelo aumento da expressão de endotelina-1 (ET-1), que tem efeitos contráteis e pró-inflamatórios. O aumento na atividade do receptor do tipo de domínio de ligação e oligomerização (NOD) contendo um domínio de pirina 3 (NLRP3) modula o processo inflamatório, aumenta a pressão sanguínea, promove danos vasculares, hipertrofia cardíaca e renal. Estudos de nosso laboratório mostraram que o aumento na atividade do receptor NLRP3, mediada pela ET-1, promove alterações vasculares, elevação na pressão arterial, disfunção endotelial e DE. Entretanto, os mecanismos pelos quais a ET-1 leva a ativação do NLRP3 são ainda desconhecidos. Contudo, este estudo testará a hipótese que a ET-1 inibe a atividade dos KCa 2,3 e isto contribui para a ativação do NLRP3 em modelo de hipertensão DOCA/Sal