Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo multiobjetivo para planejamento de logística reversa de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE)

Processo: 17/25278-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Pesquisador responsável:Eli Angela Vitor Toso
Beneficiário:João Gabriel Hernandes
Instituição-sede: Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/01860-1 - Problemas de corte, empacotamento, dimensionamento de lotes, programação da produção, roteamento, localização e suas integrações em contextos industriais e logísticos, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/16748-0 - Otimização de indicadores da avaliação de ciclo de vida na logística reversa para resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (REEE), BE.EP.IC
Assunto(s):Redes logísticas   Planejamento logístico   Logística reversa   Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos   Prestação de serviços   Coleta seletiva   Reciclagem

Resumo

A logística reversa tem papel fundamental para a recuperação de valor de produtos pós-consumo. A coleta e reciclagem de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE) é o foco de uma empresa brasileira, que é pioneira nesta atividade. Esta empresa oferece aos fabricantes de produtos eletroeletrônicos o serviço de coleta, processamento e reciclagem de equipamentos ao final de sua vida útil, contribuindo inclusive para o "marketing verde" de seus clientes. Estudos anteriores na empresa apontam oportunidades de melhoria do desempenho da rede reversa em termos ambientais. Neste sentido, este trabalho propõe a otimização da rede logística sob uma perspectiva de modelagem multiobjetivo, multiperíodo e multiproduto, integrando as decisões de fluxo de materiais, instalação de centros de coleta e dimensionamento de frota de veículos, considerando que esse conjunto de decisões influencia os níveis de impacto ambiental do sistema. Além de reduzir os custos financeiros, as operações logísticas também devem ser avaliadas em relação aos impactos ambientais, especificamente usando os indicadores da metodologia ACV: consumo de combustível fóssil, emissão de gases nocivos e a emissão de material particulado tóxico ao ser humano. Atualmente a empresa coleta resíduos em todo o território nacional e considera a possibilidade de abertura de centros para sua armazenagem e consolidação, mantendo apenas uma planta de reciclagem. Um dos desafios é determinar o tipo de instalação, que pode variar em termos de tamanho, custo e propósito, dependendo do local de abertura e modelo de negócios a ser implementado. Vale mencionar que este projeto faz parte das atividades do projeto de pesquisa - auxílio regular - da orientadora (proc. Fapesp nº 2017/07236-0) e das atividades do projeto temático (proc. Fapesp nº 2016/01860-1). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.