Busca avançada
Ano de início
Entree

Classificação sistemática de bivalves fósseis da formação Salvador (Cretáceo Inferior, Bacia do Jatobá, NE do Brasil)

Processo: 18/01927-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Paleozoologia
Pesquisador responsável:Renato Pirani Ghilardi
Beneficiário:Débora Eliza Henriques Baumann Di Lábio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Paleontologia   Classificação   Sítios arqueológicos   Bivalvia   Fósseis   Bacias

Resumo

A Bacia do Jatobá, parte integrante do rifte Recôncavo-Tucano-Jatobá tem sido correlacionada estratigraficamente a Bacia do Araripe. Ambas as bacias foram depositadas durante o processo de abertura do Atlântico Sul que culminou na separação da América do Sul e da África. Embora os trabalhos referentes à Bacia do Araripe sejam abundantes, o mesmo não ocorre na Bacia do Jatobá, que apresentava até agora, registros de bivalves fósseis apenas na Formação Inajá (Devoniano Superior) e na Formação Romualdo (Aptiano). A presença da Formação Salvador (Berriasiano Tardio) em afloramentos da Bacia do Jatobá foi descrita recentemente, sendo que, até então, era identificada apenas nas Bacias do Recôncavo e do Tucano. Este trabalho tem como objetivo classificar sistematicamente os bivalves coletados provavelmente nessa formação pela CPRM. (AU)