Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação do Ácido Valproico (VPA) sobre a cromatina de células de túbulos de Malpighi de Triatoma infestans cultivados in vitro

Processo: 18/07888-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Maria Luiza Silveira Mello
Beneficiário:Alessandra Bassani
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/10356-2 - Atuação do ácido valproico ao nível estrutural e funcional da cromatina, AP.TEM
Assunto(s):Epigênese genética   Histonas   Ácido valproico   Tubulos de Malpighi   Triatoma   Cromatina   Acetilação   Remodelagem   Técnicas in vitro

Resumo

A cromatina de células de túbulos de Malpighi de Triatoma infestans responde de modo variável, em termos estruturais, a um tratamento com VPA por injeção abdominal. Embora esse tratamento acarrete descompactação do grande corpo heterocromático desse inseto, tal acontecimento atinge apenas parte da população celular e nesta cromatina não foi detectada indução de acetilação das histonas H3 e H4 em seus resíduos K de número 9 e 8 (H3K9 e H4K8), respectivamente. Levantou-se assim a hipótese de que a injeção da droga pudesse não ter sido totalmente efetiva em suas consequências, sugerindo-se que o cultivo do órgão isolado em presença da droga pudesse se configurar numa alternativa mais compatível às expectativas. No presente trabalho, túbulos de Malpighi desse inseto serão cultivados in vitro, em presença de VPA, buscando-se constatar se, nessas condições, os efeitos decorrentes de um tratamento por essa droga conhecida principalmente como inibidora de deacetilases de histonas, afetariam as células de modo uniforme, seja em seu padrão de remodelação cromatínica, seja na indução de acetilação de H3K9 e H4K8 em seu corpo heterocromático.