Busca avançada
Ano de início
Entree

Melaço de soja na dieta de cordeiros confinados: desempenho, características de carcaça, consumo de matéria seca e nutrientes

Processo: 18/04727-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Jane Maria Bertocco Ezequiel
Beneficiário:Julia Lisboa Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/20723-0 - Avanços na produção e manejo de ovinos, BE.EP.IC
Assunto(s):Produção animal   Dieta animal   Ovinos   Cordeiros   Matéria seca do alimento   Melaço   Soja   Carcaça

Resumo

Nos últimos anos a produção de grãos no Brasil vem crescendo, e consequentemente houve aumento na liberação de dejetos orgânicos com alto teor de energia e proteína. O aproveitamento destes coprodutos na dieta dos animais se torna importante na produção de carne, principalmente quando se pensa em sustentabilidade. Embora as dietas afetem a produção animal, nenhum estudo investigou os efeitos da inclusão de diferentes níveis de melaço de soja sobre o desempenho e características de carcaça de ovinos confinados. Por isso, levanta-se a hipótese de que a eficiência de cordeiros confinados será similar com a substituição total pelo milho. Desta maneira, o objetivo é avaliar os efeitos da inclusão de melaço de soja em substituição parcial e total ao milho em dietas para cordeiros terminados em confinamento sobre o desempenho, características de carcaça, consumo de matéria seca e nutrientes. Serão utilizados 30 cordeiros, (Santa Inês × Dorper) com peso corporal inicial de ± 16 kg, 90 dias de idade, mantidos em confinamento (baias individuais, 1,2 m2) até atingirem peso corporal médio de 35 kg, quando serão então abatidos. As dietas experimentais consistirão na inclusão de 0% (CON), 15% (M15) ou 30% (M30) de melaço de soja na matéria seca (MS) da dieta total. Serão avaliados o consumo de MS e nutrientes, ganho médio diário de peso, eficiência alimentar, conversão alimentar, peso de carcaça quente e fria, perda por resfriamento, rendimento de carcaça fria, quente e verdadeira, cálculo da área de lombo e mensuração da gordura no músculo longissimus. Caso a hipótese se confirme, contribuirá para mostrar que o melaço de soja é uma alternativa que proporciona animais com similar traços de produção, comparado as dietas comumente fornecidas, o qual poderá auxiliar nutricionistas e produtores, além de contribuir com a redução dos dejetos para o meio ambiente, que por sua vez, ajudam a manter a pecuária viável no Brasil e ao redor o mundo. (AU)