Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemas poliméricos multifuncionais baseados em micropartículas contendo nanocarreadores para liberação colônica da camptotecina

Processo: 17/26349-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Maria Palmira Daflon Gremião
Beneficiário:Fernanda Isadora Boni
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de liberação de medicamentos   Camptotecina   Polímeros naturais   Cólon   Mucoadesão

Resumo

O delineamento de um sistema multifuncional polimérico baseado em nanocarreadores veiculados em micropartículas, para a administração oral, representa uma estratégia racional e promissora para a vetorização de fármacos antitumorais para o cólon. O sistema proposto neste projeto foi delineado, a partir da associação de polímeros previamente estudados por nosso grupo de pesquisa e pela candidata, os quais agregam propriedades favoráveis ao desempenho pretendido, como mucoadesividade, solubilidade e intumescimento pH-responsivo, degradabilidade enzimática específica e potencial de vetorização para as células tumorais. Micropartículas de goma gelana/pectina ou goma gelana/amido resistente serão obtidas e os atributos críticos para sua potencial aplicação serão determinados. Nanocareadores baseadas em quitosana e ftalato de hidroxipropilmetilcelulose contendo ou não ácido hialurônico e o fármaco camptotecina, serão desenvolvidos, avaliados e incorporados às micropartículas, as quais serão caracterizadas segundo tamanho, forma, morfologia, bem como quanto as suas características estruturais. Os atributos críticos para o desempenho do sistema multifuncional como mucoadesividade e mucopenetração, perfil de liberação do fármaco in vitro, permeabilidade intestinal in vitro e atividade antiangiogênica, serão avaliadas. O conjunto de dados obtidos permitirá não somente a determinação da potencialidade do sistema para a aplicação no tratamento do câncer colorretal, como contribuirão expressivamente para a compreensão de mecanismos envolvidos na formação e na interação do sistema na biointerface. (AU)