Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos da clozapina em células do sistema imune

Processo: 18/01410-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Daniel Martins-de-Souza
Beneficiário:Guilherme Reis-De-Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Proteômica   Clozapina   Espectrometria de massas   Sistema imune   Microglia   Agranulocitose   Esquizofrenia

Resumo

A esquizofrenia é um distúrbio heterogêneo e multifatorial que assola cerca de 21 milhões de pessoas ao redor do mundo e é caracterizada pela presença dos sintomas produtivos, negativos e cognitivos. Diversos estudos têm revelado que o soro de pacientes com esquizofrenia apresenta elevadas concentrações de moléculas inflamatórias. Essas moléculas poderiam atravessar a barreira hematoencefálica de alterar a homeostasia do Sistema Nervoso Central (SNC). Nesse contexto, essas moléculas podem interagir com a micróglia no desencadeando uma resposta inflamatória inadequada no tecido, prejudicando as demais células ali presentes. Recentemente, estudos têm revelado a redução na ativação da microglia em modelos animais tratados com clozapina. Esse medicamento é o antipsicótico mais utilizado no tratamento da esquizofrenia refratária, entretanto, ela pode induzir agranulocitose como efeito colateral, podendo levar o paciente a óbito. Dessa forma, esse estudo realizará análises proteômicas que permitam avaliar o efeito do soro de pacientes com esquizofrenia sobre culturas de microglia, possibilitando identificar vias metabólicas importantes tanto para o distúrbio e também para o tratamento com a clozapina. Ainda, o presente projeto prevê a análise proteômica da agranulocitose induzida pela clozapina em modelo ex vivo, possibilitando encontrar potenciais alvos terapêuticos que possam propiciar melhora na saúde e qualidade de vida desses pacientes. (AU)