Busca avançada
Ano de início
Entree

Fisiologia sazonal no lagarto teiú Salvator merianae: um modelo animal para avaliar funções fisiológicas em ambientes dinâmicos e em constante alteração

Processo: 18/06192-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Carlos Arturo Navas Iannini
Beneficiário:Lucas Aparecido Zena
Supervisor no Exterior: C. Loren Buck
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Northern Arizona University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/01652-2 - Fisiologia sazonal no lagarto teiú Salvator merianae: um modelo animal para avaliar funções fisiológicas em ambientes dinâmicos e em constante alteração, BP.PD
Assunto(s):Hormônios tireóideos   Hibernação   Hormônios esteroides gonadais   Mudança climática   Termogênese

Resumo

O lagarto sul-americano, Salvator merianae apresenta ciclos anuais de elevada atividadedurante a primavera e verão e hibernação durante o inverno, um ritmo sazonal que é independente da temperatura ambiente (Ta). Além disso, durante a estação reprodutiva, a primavera, esse animal é capaz de manter a temperatura corporal (Tc) acima da Ta por produção endógena de calor, sendo portanto, um lagarto endotérmico facultativo. S. merianae é, assim, especialmente importante como modelo experimental para investigação de mecanismos envolvidos em variações sazonais fisiológicas e comportamentais e para trazer insights para a evolução da endotermia. Entretanto, os mecanismos envolvidos em tais diferenças sazonais endógenas ainda não são conhecidos e os primeiros candidatos a serem investigados são os hormônios com ação sobre o metabolismo energético (hormônios tireoidianos) e a reprodução (esteroides gonadais). Diante disso, o objetivo do presente projeto será avaliar no lagarto S. merianae as relações das alterações sazonais dos hormônios T3, T4, testosterona, estradiol, progesterona e corticosterona com as mudanças sazonais da atividade e da Tc num mesmo indivíduo ao longo de um ano. Conhecer os mecanismos envolvidos em ajustes fisiológicos em ambientes sazonais é imprescindível para entender a capacidade de uma espécie em acompanhar as alterações de curto-prazo do ambiente, tal como os impactos que as mudanças climáticas podem apresentar sobre uma população animal. Assim, nossa hipótese é que as alterações endócrinas precederão as alterações comportamentais e metabólicas, ou seja, a redução nas concentrações plasmáticas dos hormônios tireoidianos serão relacionadas com a diminuição da atividade motora durante a hibernação, independente da Tc, e aumento nas concentrações plasmáticas de hormônios tireoidianos e sexuais precederão os aumentos na atividade motora e termogênese durante a fase reprodutiva pós-hibernação. Para testar essa hipótese, cada animal adulto (machos e fêmeas) individualmente identificado terá implantado na cavidade celomática sensores/armazenadores de temperatura (medidas de temperatura corporal a cada 70 min) e fixado um colar contendo um sensor de atividade (acelerômetro) para medidas contínuas tridimensionais de atividade motora (frequência de amostragem 1 Hz) que permanecerão por um ano inteiro, enquanto serão feitas colheitas mensais de sangue e quando possível de pele (ecdise) para as dosagens hormonais. Os animais serão mantidos em habitat seminatural sob influência das alterações naturais de temperatura e fotoperíodo. A coleta de dados dos animais será realizada na UNESP, campus de Jaboticabal, Brasil, enquanto as análises hormonais e análises e interpretações dos dados de atividade (acelerômetros) serão realizadas na NAU, Flagstaff, EUA (supervisão do Prof. C. Loren Buck). Após o treinamento e análises dos dados no Laboratório do Dr. Buck, o candidato retornará ao Brasil para finalização do manuscrito para submissão para publicação.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZENA, LUCAS A.; DILLON, DANIELLE; HUNT, KATHLEEN E.; NAVAS, CARLOS A.; BUCK, C. LOREN; BICEGO, KENIA C. Hormonal correlates of the annual cycle of activity and body temperature in the South-American tegu lizard (Salvator merianae). General and Comparative Endocrinology, v. 285, JAN 1 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.