Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de baculovírus comparando biorreatores STR e wave

Processo: 18/08526-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 14 de julho de 2018
Vigência (Término): 13 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Aldo Tonso
Beneficiário:Karina Klafke
Supervisor no Exterior: James M. Slavicek
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Northeastern Center for Forest Health Research, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/06371-1 - Desenvolvimento de processo de produção de bioinseticida baculovírus por células de inseto Sf9 em biorreator, BP.MS
Assunto(s):Bioprocessos   Baculoviridae   Reatores biológicos   Agentes de controle biológico

Resumo

A cultura do milho tem uma grande importância econômica por representar parte relevante da dieta humana e animal, sendo um produto de alto valor. Assim, as dificuldades no cultivo podem causar um grande prejuízo, pragas na plantação, por exemplo, podem representar até 30% na redução da produção. A aplicação de soluções químicas além de apresentar impacto ambiental e na saúde humana é também dispendiosa. Somando esses fatores a demandas crescentes no rendimento agrícola, os biopesticidas emergem como uma opção pertinente. O Brasil é um exemplo de um dos casos mais bem sucedidos de uso biopesticidas no campo pelo Programa de Controle Biológico da Lagarta da Soja (EMBRAPA, 2002), através da produção in vivo de um baculovírus, um vírus específico do alvo, que é um regulador natural do filo Arthropoda. Embora eficaz, é um método bastante trabalhoso que resulta em um produto de baixo custo e pouco competitivo. Em contrapartida, a produção in vitro utilizando cultura celular em biorreator traz a possibilidade de maior controle do processo, com maior qualidade e maior volume em um espaço menor. Trabalhos anteriores de nosso grupo de pesquisa sugeriram a possibilidade da aspersão de gás estar causando uma tensão de cisalhamento na linhagem de células de insetos Sf9, comprometendo a infecção pelo baculovírus SfMNPV. Com isso em mente, pretendemos testar modo de operação sem bolhas, como o biorreator "Wave", a fim de confirmar essa hipótese ao comparar com o biorreator STR usual. Análises serão feitas para estabelecer crescimento cinético, viabilidade celular e produção de poliedros virais. (AU)