Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do inseticida acefato em modelos simples de membranas lipídicas baseados em Filmes de Langmuir e GUVs: interação em nível molecular e efeitos morfológicos

Processo: 18/01984-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carlos José Leopoldo Constantino
Beneficiário:Luis Fernando Do Carmo Morato
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/14262-7 - Filmes nanoestruturados de materiais de interesse biológico, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/23123-4 - Técnica micelle-to-vesicle transition aplicada para investigar os efeitos do inseticida acefato em bicamadas lipídicas, BE.EP.MS
Assunto(s):Monocamadas de Langmuir   Lipídeos

Resumo

Este projeto de mestrado se baseia na preocupação cada vez maior com o uso de agrotóxicos na lavoura, ainda mais no caso do Brasil, que já é o maior consumidor mundial de agrotóxicos. Tais compostos, apesar de atualmente serem uma necessidade no combate a pragas e doenças quando se trata da agricultura em larga escala, podem também trazer consequências indesejáveis para o meio ambiente e o ser humano (consumo de água e alimentos contaminados). Desta forma, fazem-se necessários estudos que investiguem os possíveis efeitos que esses agentes potencialmente nocivos causam no ser humano, tanto em termos de consequências para a saúde quanto em relação aos seus efeitos em nível molecular sobre organismos vivos. Considerando esta última forma de estudo, propomos a investigação do efeito do inseticida acefato sobre modelos simples que mimetizam a estrutura lipídica da membrana celular, principalmente em termos de interação química com estas estruturas lipídicas e alterações em sua morfologia. Apesar da relativa simplicidade em relação às membranas celulares, tais modelos permitem que as informações obtidas possam, em boa proporção, ser extrapoladas para os sistemas vivos. Tais modelos serão compostos tanto de monocamadas (filmes de Langmuir) como de bicamadas (GUVs, do inglês giant unilamellar vesicles) lipídicas, sendo que uma série de lipídios com estruturas moleculares complementares foi escolhida de forma a permitir uma avaliação mais precisa da resposta de cada grupo químico do lipídio quando na presença do acefato. Os filmes de Langmuir (monocamadas lipídicas) serão caracterizados por isotermas de pressão de superfície versus área molecular média (estruturação da monocamada), microscopia de ângulo de Brewster (morfologia) e absorção no infravermelho in-situ (interação química em nível molecular). Já as GUVs (bicamadas lipídicas) serão caracterizadas morfologicamente pelas microscopias ópticas de contraste de fase e fluorescência confocal. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.