Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos das proteínas S6Ks hipotalâmicas na regulação metabólica

Processo: 18/07018-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Fernando Moreira Simabuco
Beneficiário:Mariana Rosolen Tavares
Supervisor no Exterior: Carol Fuzeti Elias
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Michigan, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:15/24475-3 - Modulação da expressão de S6Ks no sistema nervoso central e seus efeitos na obesidade, BP.DD
Assunto(s):Hipotálamo   Metabolismo   Sistema nervoso central   Obesidade   Biologia molecular

Resumo

A obesidade tem sido considerada uma epidemia mundial. Dados da OMS são categóricos ao afirmar que a obesidade é responsável pelo desenvolvimento de uma série de patologias, entre elas: diabetes mellitus tipo II, doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral (AVC), dislipidemias, osteoartrites e alguns tipos de câncer. Desta maneira, atualmente existe grande demanda para o melhor entendimento dos processos bioquímicos e metabólicos relacionados à obesidade. A via de transdução de sinal da proteína mTOR tem sido associada ao controle do balanço energético do organismo, funcionando ora como um sensor da quantidade de nutrientes disponível ora como um sinalizador para o gasto ou armazenamento dessa energia. O presente projeto de pesquisa visa o estudo das diferentes S6Ks conhecidas efetoras da resposta dirigida por mTOR no sistema nervoso central (SNC) e suas conseqüências para a homeostase energética do organismo. Para tanto, a proposta do presente projeto é utilizar um sistema viral adeno-associado (AAV) Cre dependente a fim de superexpressar as isoformas de S6Ks (p70-S6K1 e p54-S6K2) em camundongos adultos machos POMC-Cre, disponíveis na Universidade de Michigan, sob coorientação da pesquisadora Dra. Carol F. Elias. A superexpressão de S6Ks seria direcionada a neurônios específicos que expressam neuropeptídeos POMC no hipotálamo, permitindo a análise específica de seus efeitos sem interferência de sua ação em outros neurônios. Considerando-se a problemática envolvendo a obesidade, suas doenças associadas e o papel da via mTOR/S6Ks no controle central e periférico do metabolismo, espera-se que o desenvolvimento do presente projeto de pesquisa possa trazer maior entendimento a respeito dos processos bioquímicos e metabólicos por trás destas condições, além da possibilidade de desenvolvimento de tratamentos mais efetivos e seguros.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.