Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do perfil microbiológico utilizando a tecnologia de Nanopore e caracterização de cepas isoladas de s. mutans de infecções endodônticas primárias

Processo: 18/09270-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes
Beneficiário:Augusto Rodrigues Lima
Supervisor no Exterior: Jacqueline Abranches
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/23950-2 - Monitoramento do conteúdo infeccioso, endotóxico e da presença de genes de resistência a antibióticos de infecções primárias sintomáticas e assintomáticas durante a terapia endodôntica, BP.DR
Assunto(s):Genoma bacteriano   Genoma fúngico   Endocardite bacteriana   Streptococcus mutans   Genoma viral

Resumo

O conhecimento da microbiota envolvida em infecções endodônticas sintomáticas e assintomáticas pode esclarecer as razões que levam à exacerbação ou cronificação de uma infecção endodôntica. Além disso, a comunidade microbiana de doenças endodônticas também pode estar associada a infecções sistêmicas. Recentemente, um estudo encontrou cepas em alta frequencia de Streptococcus mutans na pulpite. Além de cárie, o S. mutans é comumente associado a infecções extra-orais, como espasmos e endocardite infecciosa. Assim, os objetivos deste estudo são: 1) caracterizar os genomas bacterianos, fúngicos e virais completos com sequenciamento utilizando uma nova tecnologia de Nanopore em 3 sítios específicos: a) canais radiculares de dentes necróticos com sintomatologia; b) abscessos associados a esses canais; e c) canais radiculares de dentes necróticos mas assintomáticos e 2) caracterizar cepas de S. mutans isoladas de canais radiculares de infecções endodônticas primárias com lesão periapical em relação a) presença de proteínas de adesão de colágeno; b) capacidade de formação de biofilme na presença de sacarose e glicose; c) capacidade de sobreviver a desafios extremos de ácido ou peróxido; d) virulência sistêmica na Galleria mellonella. Pacientes com dentes necróticos com sintomatologia e associados a abscesso apical agudo (n = 10) e pacientes com presença de necrose pulpar associada à lesão periapical radiográfica (n = 10) foram selecionados. Amostras para análise de microbiomas foram coletadas de canais radiculares [10 sintomáticos e 10 assintomáticos] e de abscessos dentais [10 associados a casos sintomáticos]. O DNA será extraído das amostras de 3 locais e será realizada a caracterização genômica utilizando o sequenciamento de Nanopore. Amostras microbiológicas foram diluídas em série e plaqueadas em ágar Mitis Salivarius suplementado com sacarose e bacitracina. Colônias isoladas serão rastreadas pela reação em cadeia da polimerase (PCR) utilizando primers específicos para S. mutans. O sorotipo de cada colônia isolada será determinado como sorotipo c-, e-, f- ou k- por PCR, utilizando primers específicos. Os primers CNM-541F e CNM-9011R serão utilizados para verificar a presença da proteína cnm. Além disso, cepas isoladas avaliaram a capacidade de formação de biofilme em placa na presença de sacarose e glicose, tolerância ao estresse e virulência sistêmica em modelo de Galleria mellonella. Os dados serão tabulados e analisados estatisticamente.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.