Busca avançada
Ano de início
Entree

Qual o papel do aborto seletivo na manutenção de altos níveis de fecundação cruzada em Epidendrum secundum (Orchidaceae)?

Processo: 18/01738-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Fábio Pinheiro
Beneficiário:Vinícius Filipi Savietto
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia reprodutiva   Depressão por endogamia   Evolução vegetal   Angiospermas   Polinização

Resumo

Populações de plantas com altas taxas de autofecundação podem apresentar perda de variabilidade genética pelo processo de depressão endogâmica. A auto-incompatibilidade é uma estratégia evolutiva que pode diminuir as probabilidades de depressão endogâmica em uma população. Entretanto, em contextos de populações pequenas ou de flutuações na abundância de polinizadores, a auto-incompatibilidade pode representar um risco de extinção. Podemos encontrar as formas de reprodução alogâmicas e autogâmicas em uma mesma população, e, nessas situações, é comum que apresentem estratégias que promovam uma maior frequência de fecundações cruzadas. Uma possível forma de controle que plantas podem exercer sobre a sua progênie é o aborto seletivo de sementes e frutos, entretanto este é um mecanismo ainda pouco estudado entre as Angiospermas. O objetivo deste trabalho é investigar a ocorrência deste fenômeno na espécie Epidendrum secundum (Orchidaceae). Para isso, serão realizados experimentos de polinização artificial em plantas em cultivo, a fim de investigar a diferença na formação e no possível aborto de frutos advindos de polinizações cruzadas e de autopolinizações, analisando a produção média de frutos e a viabilidade dos embriões de cada tratamento. Deste modo, podemos testar a hipótese de que os frutos originados de polinização cruzada seriam mantidos, em detrimento dos frutos que seriam originados de autopolinização, que seriam abortados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.