Busca avançada
Ano de início
Entree

Memória de curto prazo implícita e incerteza na integração visuomotora

Processo: 18/08318-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade
Pesquisador responsável:Jefferson Antonio Galves
Beneficiário:Raymundo Machado de Azevedo Neto
Instituição-sede: Instituto de Matemática e Estatística (IME). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07699-0 - Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática - NeuroMat, AP.CEPID
Assunto(s):Neurofisiologia   Incerteza

Resumo

O contexto em que realizamos uma ação influencia como percebemos e agimos sobre um estímulo. Um efeito conhecido do contexto é o efeito de dependência serial. O comportamento em tentativas prévias influencia o comportamento atual em tarefas de integração visuomotora. Os mecanismos responsáveis pela manutenção de informação da tentativa imediatamente prévia não são completamente conhecidos. No presente projeto, propomos testar a hipótese de que o efeito da tentativa prévia sobre a tentativa atual depende de um mecanismo de memória de curto prazo implícita. Para isso, realizaremos uma série de experimentos com o objetivo de verificar 1) se a incerteza na tentativa prévia altera a qualidade da informação armazenada na memória de curto prazo e se altera a forma como informação da tentativa prévia e atual são combinadas; 2) quais os correlatos neurais, avaliados por meio de registro de eletroencefalografia (EEG) e ressonância magnética funcional (fMRI) da informação armazenada na memória de curto prazo implícita e como essa informação afeta o sinal neural na tentativa atual; e 3) se a fidelidade da representação neural da informação da tentativa prévia deteriora com o passar do tempo. Os resultados de cada experimento permitirão avançar nossa compreensão de como contingências locais do contexto afetam nosso comportamento em tarefas de integração visuomotora, e, mais amplamente, como e qual informação é armazenada automaticamente na memória de curto prazo implícita.