Busca avançada
Ano de início
Entree

Materia Medica Sinensis: construção, circulação e reconfiguração de conhecimentos médico-farmacêuticos em Macau entre os séculos XVII e XVIII.

Processo: 18/02259-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Iris Kantor
Beneficiário:Fabiano Bracht
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da ciência   China   Macau   História da medicina

Resumo

O objetivo deste projeto é o de compreender os processos históricos de construção e reconfiguração do conhecimento - especialmente Medico e Farmacêutico - em Macau (China), entre os séculos XVII e XVIII, e sua circulação entre a Ásia e a Europa. Para tal, parte-se do princípio de que ao longo da Era Moderna, os domínios coloniais portugueses fizeram parte de intensas dinâmicas de construção, reconfiguração e circulação de conhecimento científico. Nesses espaços, ocorreram diversos e complexos processos de composição de saberes, ao mesmo tempo profundamente relacionados com as muitas especificidades e idiossincrasias locais e estreitamente conectados aos canais de circulação de conhecimento estabelecidos pelas instituições imperiais. Parte dessa dinâmica foi promovida pela própria circulação de agentes, tais como militares, funcionários do Estado, médicos e missionários. As relações de poder, trocas e negociações entre agentes europeus e as comunidades locais emergem como pontos fundamentais para a compreensão de tais processos de construção de conhecimento. Por sua vez, estes eram diretamente influenciados pelo universo macro das configurações estruturais, conjunturais, políticas, econômicas e sociais. Para cumprir os objetivos deste projeto, serão analisadas as obras, Ý-Haoc, de António de Barros, e Breve compendio de varias receitas de medecina, de François de Rougemont. Estas obras serão confrontadas com outras, que permitam o acesso aos dados a respeito da produção de conhecimento nas áreas onde havia presença portuguesa no Sul da China, especialmente Macau, e Sudeste da Ásia, no período entre os anos de 1640 e 1760.

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Conexiones de ultramar 
Conexões ultramarinas 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)