Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da síndrome hepatorrenal na cirrose decorrente da atresia biliar: modelo experimental em ratos jovens

Processo: 18/00493-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Ana Cristina Aoun Tannuri
Beneficiário:Juliana Xavier Guimarães
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia pediátrica   Cirrose hepática   Síndrome hepatorrenal   Atresia biliar   Etiopatogenia   Histopatologia   Microscopia óptica   Modelo experimental   Modelos animais de doenças

Resumo

A atresia de vias biliares (AVB) caracteriza-se pela ausência ou obstrução dos ductos biliares em recém-nascidos e neonatos, que resulta na interrupção do fluxo biliar; sendo a principal indicação para transplante hepático infantil. A etiopatogenia ainda é desconhecida, sendo alvo de estudos. A principal consequência da doença é a cirrose, sendo esta capaz de influenciar diversos sistemas, dentre eles o renal causando a síndrome hepatorrenal. Assim, o objetivo desse projeto é verificar as alterações bioquímicas e histopatológicas no sistema renal do modelo de cirrose por obstrução do ducto biliar comum em ratos recém-desmamados, simulando a AVB. Os métodos e materiais empregados permeiam a atividade cirúrgica experimental: com os animais anestesiados com cloridrato de cetamina (Ketalar®) e com Isoflurano (Isothane®), realiza-se ligadura dupla do colédoco, utilizando o fio Mononylon 6.0, após isso há secção entre as duas ligaduras, em seguida é realizado o fechamento do abdômen com Mononylon 4.0 com sutura contínua em plano único, depois os animais entrarão em recuperação, com uso de dipirona sódica. Os resultados serão verificados por: análises histológicas do rim e fígado, usando coloração hematoxilina-eosina, picrossírius e microscopia óptica; dosagem de ureia e creatinina no sangue; análise estatística, com os seguintes testes: ANOVA-"one way") Tukey, Kruskal-Wallis e Dunn.