Busca avançada
Ano de início
Entree

Plantas tradicionalmente empregadas como infusão: técnicas de preparo de amostra e determinação de contaminantes

Processo: 17/05048-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 05 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Helena Teixeira Godoy
Beneficiário:Lucas Caldeirão Rodrigues Miranda
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/25746-9 - Aplicação de solventes eutéticos profundos em técnica de preparo de amostra para determinação de contaminantes em chás prontos para beber, BE.EP.DR
Assunto(s):Análise de alimentos   Agrotóxicos

Resumo

Plantas empregadas na forma de infusão (chá) são expressivamente utilizadas no Brasil como bebida aromática ou mesmo como auxiliar no tratamento ou redução de sintomas de diversas doenças, entretanto, esses produtos são diversas vezes adquiridos em locais onde há pouca ou nenhuma informação acerca de sua segurança. Adicionalmente há uma preocupação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em regulamentar a comercialização e consumo dessas plantas a fim de assegurar o consumidor quanto a inocuidade desses produtos. Nesse contexto, esse estudo tem por objetivo avaliar e/ou desenvolver e validar os métodos de determinação de resíduos de pesticidas e metais em plantas tradicionalmente empregadas no Brasil para elaboração de infusões e avaliar a presença e concentração desses contaminantes. Vinte e seis tipos de plantas adquiridas em casas de produtos naturais, em geral em mercados municipais da região de Campinas, serão submetidos à determinação de 27 pesticidas das classes dos organoclorados, organofosforados e piretroides, por meio de cromatografia a gás acoplada a detector de espectrometria de massas (CG-MS). Para tanto, técnicas de preparo de amostra serão estudadas a fim de aumentar a sensibilidade e seletividade do método. A determinação de contaminantes inorgânicos (metais pesados) será realizada por espectrometria de emissão ótica com plasma de argônio (ICP-OES). As análises serão realizadas tanto nas plantas como nas infusões, a fim de avaliar a migração desses compostos para a bebida. O preparo das infusões será padronizado segundo o Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MEINHART, ADRIANA DILLENBURG; CALDEIRAO, LUCAS; DAMIN, FERNANDA MATEUS; TEIXEIRA FILHO, JOSE; GODOY, HELENA TEIXEIRA. Analysis of chlorogenic acids isomers and caffeic acid in 89 herbal infusions (tea). Journal of Food Composition and Analysis, v. 73, p. 76-82, OCT 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.