Busca avançada
Ano de início
Entree

A lição das rovine parlanti e o legado de g. b. Piranesi para a história crítica da arquitetura - uma leitura sobre o Parere sull`architettura

Processo: 18/04931-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 19 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Mário Henrique Simão D'Agostino
Beneficiário:Angela Rosch Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/05236-9 - A lição das rovine parlanti e o legado de G.B.Piranesi para a história crítica da arquitetura: uma leitura sobre o Parere sull'architetura, BE.EP.PD
Assunto(s):Teoria da arquitetura   Iluminismo

Resumo

Giovanni Battista Piranesi (1720-1778) utilizou habilmente gravuras e textos para nutrir o debate arquitetônico do século das Luzes. O principal objetivo desta pesquisa é analisar como esse arquiteto utilizou as ruínas da antiguidade clássica como instrumentos para desenvolver suas reflexões críticas tendo como recorte a obra Parere sull`architettura (1765); essa publicação em formato de um fictício diálogo contrapõe o rigorismo à liberdade criativa do arquiteto. O Parere se relaciona a outras obras de Piranesi a serem selecionadas para interpor a análise aqui pretendida. Para tanto, dispõe-se de uma substancial base documental no Brasil: o acervo Piranesi da Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro). A partir da leitura do Parere poderão ser analisadas as seguintes questões: 1 a influência de Piranesi ao atrelar o debate arquitetônico à exploração arqueológica, verificando a historicização da antiguidade clássica, a fundamentação de uma nova linguagem, a busca por princípios racionais e o papel do ornamento na arquitetura; 2 a repercussão de Piranesi na historiografia arquitetônica desenvolvida a partir do século XX tendo sido retomado por teóricos como R. Wittkower, J. Rykwert e M. Tafuri; 3 a difusão das obras de Piranesi potencializada pelo fenômeno do Grand Tour situando a trajetória do acervo da Biblioteca Nacional. Para a complementação de fontes documentais pretende-se visitar outras instituições como o Istituto Centrale Per la Grafica (Roma) onde se encontra a maioria da calcografia original de Piranesi. Esta pesquisa se apoia na necessidade de desenvolver uma investigação mais detalhada no Brasil sobre esse influente pensador e crítico da arquitetura cuja relevância não se limita ao século XVIII. Considerando que em 2020 será comemorado os 300 anos do nascimento de Piranesi, pretende-se contribuir para inserir o contexto acadêmico nacional aos debates internacionais através de publicações de artigos.