Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da expressão de novos genes candidatos associados à deposição de gordura intramuscular

Processo: 18/02883-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Mirele Daiana Poleti
Beneficiário:Leticia Ramalho Dos Santos Batista
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade da carne   Músculo esquelético   Gado Nelore   Gorduras   Expressão gênica

Resumo

A quantidade e composição da gordura intramuscular (GIM) no músculo esquelético de bovinos de corte é uma característica relevante para a indústria da carne devido ao seu efeito na saúde humana e nas propriedades organolépticas da carne. Genes candidatos funcionais relacionados a deposição de GIM vem sendo amplamente estudados em bovinos na expectativa de melhor entender os mecanismos biológicos envolvidos com esta característica. Entretanto, muitos aspectos ainda devem ser explorados para melhor compreensão da fisiologia de formação e composição da GIM a fim de possibilitar a produção de carne com maior qualidade. Em virtude de resultados anteriores sobre o transcriptoma e proteoma do músculo esquelético de bovinos Nelore do nosso grupo, foram identificados 14 genes em comum e associados à deposição de GIM, os quais apresentaram alteração no nível de expressão de RNAm e proteína. Dentre esses, escolhemos quatros (APOL3, HSP90AA1, ZC3H6, e RNF213) para serem melhor caracterizados como potenciais candidatos funcionais à deposição de GIM. Estes genes não possuem descrição detalhada na literatura para essa característica em bovinos. Portanto, o objetivo do estudo é caracterizar a expressão de novos genes candidatos à deposição de gordura intramuscular em bovinos da raça Nelore por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase quantitativa da transcrição reversa em tempo real (RT-qPCR), como parte de um trabalho maior que visa posteriormente validar também o nível de expressão das proteínas correspondentes com o intuito de apresentá-los como novos biomarcadores para essa característica.