Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas luminescentes multimodais para termometria e sensoriamento de espécies reativas de oxigênio

Processo: 17/19909-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Paulo Cesar de Sousa Filho
Beneficiário:Rafael Vieira Perrella
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Termometria   Vanadatos   Espécies de oxigênio reativas   Elementos da série dos lantanídeos   Química de materiais

Resumo

Materiais multimodais são sistemas que combinam mais de uma funcionalidade em uma mesma plataforma. Tal conceito é altamente atrativo na medicina moderna, pois permite o monitoramento de processos de interesse, por meio da obtenção de diferentes informações provenientes de um único experimento. Essa característica possibilita a realização de diagnósticos mais precisos e uma descrição mais apurada de processos intracelulares, bem como a concepção de novas abordagens terapêuticas. As espécies reativas de oxigênio (EROs) são, por exemplo, compostos que participam de vários processos de sinalização intracelular e atuam no desenvolvimento e progresso de algumas doenças, tais como câncer e mal de Parkinson, entre outras. As reações químicas que acompanham o metabolismo dessas espécies são, ainda, acompanhadas por mudanças altamente localizadas de temperatura, que são de difícil monitoramento quando se utilizam métodos convencionais. Nesse sentido, nanopartículas luminescentes à base de íons lantanídeos (Ln3+) têm sido utilizadas para o sensoriamento de EROs ou para o monitoramento de variações de temperatura em sistemas biológicos, explorando-se as propriedades espectroscópicas únicas relacionadas a esse grupo de elementos. No entanto, sistemas nanoestruturados capazes de detectar simultaneamente EROs e variações de temperatura utilizando a luminescência de íons Ln3+ ainda não foram explorados. Dessa forma, este projeto visa ao desenvolvimento de materiais nanoestruturados multimodais baseados em vanadatos de terras raras, combinando-se diferentes propriedades de íons Ln3+ para a obtenção de sensores luminescentes raciométricos para temperatura e EROs. A elaboração de tais sistemas pode contribuir significativamente no entendimento de processos associados a várias patologias ou, ainda, no estudo de processos de sinalização intracelular.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.