Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e qualidade de frutos de laranjeira Pêra sob irrigação deficitária e fertirrigação

Processo: 17/17029-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Regina Celia de Matos Pires
Beneficiário:Laís Karina Silveira
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Citrus   Irrigação por gotejamento

Resumo

O Brasil possui importante participação no mercado mundial citrícola, sendo um dos maiores produtores e exportadores de suco cítrico. O estado de São Paulo se destaca neste setor pela maior produção e área cultivada. Na última década a citricultura paulista apresentou ganhos de produtividade associado à adoção de tecnologias, dentre estas destacam-se a irrigação e a adubação. Ante a demanda por melhoria na qualidade do suco produzido e também por uso racional da água no meio agrícola, há interesse em avaliar viabilidade da irrigação deficitária e da fertirrigação na produção e na qualidade de laranjas. Objetiva-se avaliar o efeito da irrigação aplicada com déficit hídrico e da fertirrigação na produção e qualidade de frutos de laranjeira Pêra enxertada em tangerineira Sunki na região centro-sul do Estado de São Paulo. O experimento será instalado em pomar comercial de laranjeira Pêra localizado no município de Iaras - SP. A irrigação será aplicada via gotejamento com implantação dos seguintes tratamentos: aplicação da lâmina de irrigação ideal para a cultura equivalente a evapotranspiração da cultura (ETc); 75% da ETc; 50% da ETc; 25% da ETc e testemunha sem irrigação. O experimento será composto por cinco tratamentos com seis repetições casualizadas em blocos, totalizando 30 parcelas. A avaliação da produção será realizada pela pesagem e os atributos de qualidade dos frutos serão monitorados durante o período de maturação e na colheita. Os resultados serão submetidos à análise de variância com teste F e ao teste de médias de Scott-Knott a 5% de probabilidade. (AU)