Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial in vitro e in vivo de lipossomas contendo moxifloxacino funcionalizados com sideróforos contra Mycobacterium Tuberculosis

Processo: 18/02344-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Fernando Rogério Pavan
Beneficiário:Camila Maríngolo Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Mycobacterium tuberculosis   Tuberculose

Resumo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 10,4 milhões de pessoas desenvolveram tuberculose (TB) em 2016, sendo a doença infecciosa que mais mata pessoas no mundo superando o HIV/AIDS. O fator que mais agrava este cenário é o avanço das cepas resistentes aos antibióticos disponíveis para o tratamento. Um dos fatores que contribuem para a emergência das cepas com resistência aos antibióticos é a baixa adesão ao tratamento, pois este é longo, tóxico e acompanhado de efeitos adversos. Diante disto, esse projeto propõe uma nova abordagem de "drug delivery" com o objetivo de minimizar tempo de tratamento e efeitos adversos promovendo uma entrega eficaz do fármaco no local da infecção. Esta estratégia para "drug delivery" é um nanocarreador (lipossoma) funcionalizado com sideróforos, moléculas secretadas pelas bactérias capazes de se complexar com átomos de ferro e levá-los até a bactéria através de receptores específicos que ficam na superfície bacteriana. Sendo assim, acreditamos que um nanocarreador com sideróforos em sua superfície pode ser capaz de direcionar os nanocarreadores de forma que o fármaco carreado seja liberado especificamente no local da infecção. O fármaco escolhido para ser carreado é o moxifloxacino, pois já se conhece a atividade anti-Mycobacterium tuberculosis e destaca-se por sua efetividade e segurança, sendo inclusive avaliado em ensaios clínicos para ser futuramente um fármaco de primeira escolha para o tratamento de TB. São necessárias três etapas para este projeto: 1) O desenvolvimento e caracterização deste lipossoma. Para o desenvolvimento, propõe-se uma técnica de hidratação de filme lipídico e para caracterização a determinação do tamanho de partícula, do índice de polidispersividade, do potencial zeta e a análise da morfologia por microscopia eletrônica de transmissão. 2) determinação da atividade anti-Mycobacterium tuberculosis in vitro, determinação da concentração inibitória mínima, cinética bactericida, citotoxicidade, atividade intramacrofágica e capacidade de permear por células Caco-2 como uma previsão da absorção intestinal. 3) Em uma última etapa, verificar a capacidade de redução bacilar pulmonar em camundongos BALB/c infectados.