Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização química de frutos da palmeira macaúba para seleção de matrizes visando ao biodiesel

Processo: 18/07111-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Carlos Augusto Colombo
Beneficiário:Letícia Barbieri Estrada
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/23591-7 - Seleção de matrizes de macaúba para formação de jardim de sementes e produção de mudas comerciais visando ao biodiesel com preservação de variabilidade genética, AP.TEM
Assunto(s):Quimiometria   Óleos vegetais   Macaúba   Ácidos graxos   Produção de mudas   Modelos matemáticos

Resumo

A grande variabilidade no rendimento e na composição dos ácidos graxos no óleo da polpa da macaúba que temos observado na palmeira indica que diferentes genótipos podem oferecer ganhos diferenciados e gerar óleos com estruturas químicas distintas. Paralelamente, o interesse comercial por esta espécie aumenta rapidamente havendo necessidade de disponibilizar materiais para plantio com informações agrotécnicas o mais breve possível, pois o plantio de mudas sem qualidade agronômica poderá inviabilizar sua competitividade. Como o conteúdo de óleo é muito variável na espécie, sobretudo da polpa, de onde é extraído o óleo com finalidade combustível (biodiesel ou bioquerosene), a seleção de plantas matrizes para obtenção de progênies deve, necessariamente, levar em conta esse aspecto. Assim, dentre as características definidas para seleção de plantas matrizes (ideotipos) para produção de mudas serão considerados o teor e a composição dos ácidos graxos do óleo, tanto da polpa como do endosperma. Desse modo, pretende-se dosar o conteúdo dessas substâncias em frutos de macaúba de diferentes localidades e, com os resultados obtidos, construir modelos matemáticos para dosagens futuras das populações de macaúba em seleção, o que justificaria a orientação de um químico a ser habilitado nas áreas de química analítica e quimiometria. (AU)