Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das células t foliculares auxiliadoras específicas na sensibilização por ovoalbumina associada a diferentes adjuvantes

Processo: 18/08699-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de julho de 2018
Vigência (Término): 09 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Momtchilo Russo
Beneficiário:Ricardo Wesley Alberca Custódio
Supervisor no Exterior: Luis Ricardo Simoes da Silva Graca
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade de Lisboa, Portugal  
Vinculado à bolsa:16/16602-8 - Imunoterapia na asma experimental por CpG, BP.DR
Assunto(s):Hipersensibilidade   Asma   Anticorpos   Citocinas   Linfócitos T

Resumo

As células T foliculares (Tfh) são uma população de linfócitos T CD4, essenciais para a geração de anticorpos de alta afinidade, pois apresentam capacidade singular de interagir com linfócitos B e promover os centros germinativos (CG). Nos CG ocorre a interação das Tfh com os linfócitos B que leva à troca de isotipo das imunoglobulinas, hipermutação somática, maturação por afinidade e geração de linfócitos B de memória. Portanto, compreender os diferentes sinais gerados pelas células Tfh e sua influência sobre a mudança para os diferentes isotipos é fundamental para a compreensão da geração de resposta humoral.Por tanto, além da influência das clássicas células T helpers (Th) e seus sub-tipos clássicos (Th1, Th2 e Th17) para a mudança de isotipo, as células Tfh apresentam uma influência ainda não totalmente compreendida.Os agonista de receptores do tipo Toll (TLR) são considerados adjuvantes do tipo Th1/Th17, entretanto já foi demonstrado que a adição de TLR durante a sensibilização alérgica podem induzir uma mudança na produção humoral sem induzir uma polarização da resposta Th efetora.Nossa hipótese é que o TLR possuí a capacidade de modificar a produção de citocinas pelas células Tfh e que essas citocinas estariam associadas a mudança de resposta humoral apresentada pelas animais.Por tanto, o presente projeto objetiva compreender o modelo utilizado no laboratório do professor Graça, para determinar o perfil de produção de citocinas das células Tfh espefícicas para OVA em diferentes condições de sensibilização intranasal.