Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução das glândulas cefálicas nas cobras-corais: um estudo comparativo dentro da família Elapidae

Processo: 18/09301-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 26 de agosto de 2018
Vigência (Término): 25 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Inácio de Loiola Meirelles Junqueira de Azevedo
Beneficiário:Leonardo de Oliveira
Supervisor no Exterior: Mark Wilkinson
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Natural History Museum, London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:17/25089-5 - Evolução do crânio e das glândulas e músculos associados nas serpentes neotropicais das famílias Elapidae, Viperidae e Dipsadidae, BP.PD
Assunto(s):Anatomia comparada

Resumo

Os elapídeos constituem uma família de serpentes venenosas pouco conhecida do ponto de vista damorfologia das glândulas cefálicas. Os escassos estudos envolvendo estas glândulas focam nasglândulas de veneno, usualmente a glândula cefálica mais estudada dentre os vertebrados. Entretanto,resultados preliminares mostraram que serpentes do gênero Micrurus têm uma glândula rictal inferior,uma estrutura praticamente desconhecida para os elapídeos, composta exclusivamente por célulasserosas. Além disso, análise dos transcritos desta glândula evidenciaram a expressão de genes atéentão conhecidos somente para as glândulas de veneno, revelando uma ampla e não esperadacondição associada à função venenosa das serpentes, que pode ter evoluído em diferentes e nãohomólogas glândulas cefálicas, tais como as glândulas labiais e rictais. Este projeto tem como objetivoanalisar a anatomia das principais glândulas cefálicas (veneno, acessória, infra e supralabiais, Harder,nasal e particularmente as glândulas rictais) e estruturas a elas associadas em serpentes da famíliaElapidae, com ênfase nas cobras-corais (o grupo de elapídeos menos estudado a este respeito). Estetrabalho será realizado no Natural History Museum (NHM), em Londres (Inglaterra), um centro deexcelência no estudo da biodiversidade que abriga uma das maiores coleções de serpentes do planeta,incluindo uma ampla diversidade de elapídeos, além de toda a infraestrutura para o desenvolvimentodeste projeto. Pelo fato deste estudo ser conduzido com espécimes de coleções científicas (e algunsdeles raros), o projeto será realizado prioritariamente com o uso da tomografia computadorizada comcontraste à base de iodo difusível (DiceCT), um método menos invasivo e não destrutivo que permiteintegrar a visualização de micro e macroestruturas de tecidos não mineralizados. Os dadosmorfológicos gerados serão analisados usando métodos filogenéticos comparativos e hipótesesfilogenéticas recentes para reconstruir a evolução do aparato glandular dentre os elapídeos, assimcomo para sugerir hipóteses sobre a função destas glândulas entre as cobras-corais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.