Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de ácidos graxos polinsaturados fornecidos como diferentes fontes de lipídios no metabolismo e morfologia do sistema digestório de larvas da garoupa verdadeira Epinephelus marginatus (Teleostei: Serranidae)

Processo: 16/02826-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Maria Célia Portella
Beneficiário:Paulo Henrique de Mello
Instituição-sede: Centro de Aquicultura (CAUNESP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):19/05290-3 - Fisiologia reprodutiva e controle reprodutivo de duas espécies novas/emergentes em cativeiro, o meagre (Argyrosomus regius) e o greater amberjack (Seriola dumerili): ferramentas fisiológicas aplicadas a aquicultura, BE.EP.PD
Assunto(s):Morfologia animal   Peixes marinhos   Larva   Garoupa   Epinephelus marginatus   Dieta animal   Metabolismo animal   Ácidos graxos   Suplementos alimentares para animais

Resumo

A fase larval é um período crucial no ciclo de vida dos peixes marinhos. As larvas se desenvolvem até atingir o fenótipo dos animais adultos através da diferenciação de tecidos e órgãos. Durante este período, os lipídios são imprescindíveis e dentre estes, os fosfolipídios (PL), que são os principais componentes das membranas biológicas, possuem inúmeras funções biológicas como: crescimento, resistência ao estresse, além de ser fonte de ácidos graxos (AG). Outra classe de lipídios importantes é a dos triglicerídeos (TG), que atuam como: fonte de energia metabólica, fonte de ácidos graxos essenciais (AGE), síntese de membranas, além de sinalizadores químicos. Os AG altamente insaturados (HUFA, do inglês - highly unsaturated fatty acids) como o ácido docosahexanoico (DHA C22:6n3), ácido eicosapentanoico (EPA C20:5n3) e ácido araquidônico (ARA C20:4n6) constituem a maioria dos componentes estruturais durante a organogênese, como as membranas celulares e são ainda precursores da atividade de moléculas como os eicosanoides. Os HUFAs, DHA e EPA, são essenciais e sua inclusão nas dietas de larvas de espécies marinhas é de suma importância. Algumas pesquisas relatam diferenças nas respostas metabólicas, morfológicas e moleculares frente à forma como os AG são fornecidos na dieta como, por exemplo, na forma de TG e/ou PL. Com isso, investigaremos as respostas metabólicas, morfológicas e moleculares das larvas da garoupa verdadeira Epinephelus marginatus submetidas a duas dietas suplementadas com AG fornecidos em diferentes fontes de lipídios, TG ou PL com vistas às aplicações futuras no cultivo desta espécie. (AU)