Busca avançada
Ano de início
Entree

Descelularização de rins suínos para produção de scaffolds

Processo: 18/06030-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Maria Angelica Miglino
Beneficiário:Igor Smirnow Cordeiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50844-3 - Matriz extracelular na saúde e matriz placentária na regeneração de tecidos, AP.TEM
Assunto(s):Insuficiência renal crônica   Tecidos suporte   Rim   Suínos   Histologia   Microscopia eletrônica de varredura   Microscopia eletrônica de transmissão   Imuno-histoquímica

Resumo

A doença renal crônica é caracterizada por ser uma lesão irreversível que causa a perda progressiva da função renal e assim resultando em diferentes estágios de insuficiência renal. O tratamento mais adequado é o transplante renal, entretanto, a disponibilidade de órgãos para transplante não acompanha o aumento da demanda. Lançar mão da descelularização de órgãos, uma área da bioengenharia de tecidos, pode ser uma alternativa interessante para tal finalidade. Portanto este projeto visa descelularizar rins suínos, visto sua semelhança em tamanho e estrutura aos rins humanos, e validar seu potencial uso como biomaterial. Neste estudo serão utilizados 10 rins suínos para realizar a descelularização com SDS 1% e Triton X-100 1% através do método de perfusão com o Bioreactor ORCA Solid Organ (HARVARD APPARATUS). Após o processo de descelularização serão realizadas técnicas para avaliação da estrutura (histologia, microscopia eletrônica de varredura e microscopia eletrônica de transmissão) e da composição (imunohistoquímica e quantificação do DNA genômico) do scaffold para validar o seu uso como um possível biomaterial.