Busca avançada
Ano de início
Entree

Nunca desperdice uma crise: Política Industrial para o setor farmacêutico no Reino Unido após o BrExit

Processo: 18/06997-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 15 de setembro de 2018
Vigência (Término): 14 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração Pública
Pesquisador responsável:Elize Massard da Fonseca
Beneficiário:Mariana Ramos Teixeira
Supervisor no Exterior: Kenneth Shadlen
Instituição-sede: Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/02686-0 - Levantamento de dados sobre o complexo industrial da saúde no Brasil e em perspectiva comparada, BP.IC
Assunto(s):Economia política   Política industrial

Resumo

O apoio do Estado a políticas industriais para o setor farmacêutico está no centro do debate entre o seu comprometimento com a liberalização da economia, ao mesmo tempo em que políticos eleitos sofrem pressões para responder ao seu eleitorado. A indústria farmacêutica britânica é uma das mais inventivas no mundo; o Brexit, referendo que determinou a saída do Reino Unido da União Europeia, colocou o setor produtivo de medicamentos em uma posição desafiadora. Ao de desvencilhar as obrigações regulatórias e econômicas da União Europeia, o Reino Unido retomou a autoridade sobre as estratégias de ajuda ao setor produtivo. Em 2017, a Primeira Ministra Theresa May lançou uma política industrial com ênfase no campo das ciências da vida, portanto, um dos setores da economia que irão receber atenção especial do governo. Atualmente, o conteúdo dessa política esta aberto para consulta pública. Não está claro quais políticas serão adotadas para essa área fundamental da economia britânica (ou quais políticas serão descartadas), e quais agentes políticos tomarão essas decisões. Portanto, é importante examinar quais tipos de ativismo do estado (state activism) na regulação de medicamentos e na política industrial irão proteger os interesses locais, ao mesmo tempo, facilitar a integração do Reino Unido nos mercados internacionais. O tipo de política industrial desenvolvida nesse período de crise (critical juncture) e os agentes participantes nesse processo são cruciais; as escolhas feitas nesse momento irão influenciar as possibilidades de políticas públicas no futuro. O objetivo desse estágio no exterior é conduzir um estudo exploratório das discussões sobre políticas industriais para o setor farmacêutico no Reino Unido que estão ocorrendo nesse momento. O resultado desse estudo irá informar o projeto Jovem Pesquisador da Fapesp e explorar as possibilidades para um estudo comparativo.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA FONSECA, ELIZE MASSARD; TEIXEIRA, MARIANA RAMOS; COSTA, NILSON DO ROSARIO. Building effective collaboration between health systems and the life sciences industry. DEVELOPMENT IN PRACTICE, JULY 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.