Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da tolerância ao alagamento em sementes de espécies arbóreas do Cerrado

Processo: 18/07335-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Rosana Marta Kolb
Beneficiário:Rafael Reis Gonçalo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Biogeografia   Distribuição geográfica   Ecofisiologia vegetal   Germinação   Germinação de sementes   Cerrado

Resumo

Compreendendo cerca de 22% do território nacional (2 milhões de Km²), o Cerrado é constituído por um mosaico de formações vegetais que diferem não só em porte e morfologia, mas também em suas respostas fisiológicas frente às condições ambientais adversas. Os fatores relacionados à distribuição das fitofisionomias deste bioma têm sido estudados, e as propriedades físico-químicas e hidrológicas do solo mostram-se especialmente importantes. Em áreas de transição entre florestas e savanas, onde o lençol freático é superficial e o solo alagado, encontram-se os campos úmidos. É provável que o alagamento seja de suma importância para a manutenção e equilíbrio das comunidades herbáceo-arbustivas características desses ambientes, interferindo diretamente nos processos sucessionais de espécies lenhosas vindas das vegetações adjacentes. Visando contribuir para esse debate, o presente estudo pretende avaliar o efeito do alagamento sobre a germinação e a viabilidade de sementes de 12 espécies arbóreas do Cerrado, típicas de matas de galeria ou savanas, coletadas na Floresta Estadual de Assis, São Paulo. Com base nessas informações será possível colaborar para futuros estudos sobre os mecanismos de distribuição das plantas no Cerrado e chamar atenção para a conservação de seus recursos biológicos e hidrológicos. (AU)