Busca avançada
Ano de início
Entree

Derivados de purinas como complexantes de metais e como potenciais agentes farmacológicos

Processo: 18/04982-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Ana Maria da Costa Ferreira
Beneficiário:Júlia Freixedelo Silveiro
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07937-8 - Redoxoma, AP.CEPID
Assunto(s):Compostos de coordenação   Espécies de oxigênio reativas   Purinas   Reatividade química

Resumo

Este projeto tem como alvo a investigação de alguns compostos derivados de purinas, e seus respectivos complexos metálicos, especialmente com cobre ou zinco, visando obter potenciais agentes farmacológicos. Derivados de purina têm sido citados na literatura como inibidores de quinases, proteínas reguladoras do ciclo celular, e como possíveis agentes antitumorais, sendo que alguns deles já entraram em estudos clínicos. Com base em nossa experiência com complexos de cobre(II) ou de zinco(II) com ligantes imínicos, pretendemos neste projeto estender nossos estudos a esta outra classe de compostos, isolando novas espécies, metalando-as e caracterizando-as através de diferentes técnicas, especialmente as espectroscópicas (UV/Vis, IV, EPR, CD, RMN, ESI-MS). Pretendemos ainda verificar a reatividade desses novos compostos, principalmente na forma metalada, frente a diferentes células tumorais (neuroblastomas, melanomas, sarcomas, etc.). Suas possíveis atividades como nucleases, causando clivagens em ácidos nucleicos, e como inibidores de enzimas escolhidas (quinases dependentes de ciclinas) também poderão ser verificadas, visando elucidar seus prováveis mecanismos de atuação no meio biológico. (AU)