Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica dos músculos reto abdominal e estriado uretral em ratas prenhes diabéticas submetidas a exercício em ambiente aquático

Processo: 18/03361-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marilza Vieira Cunha Rudge
Beneficiário:Bruna Bologna Catinelli
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/01743-5 - Coorte da tríade gestacional: hiperglicemia, incontinência urinária e perfil clínico, molecular e ômico da miopatia hiperglicêmica na predição de incontinência e disfunção muscular e pesquisa translacional com biodevice para regeneração muscular em ratas, AP.TEM
Assunto(s):Diabetes gestacional

Resumo

Introdução: O Diabete Mellitus Gestacional (DMG) é complicação comum na gestação e trabalhos recentes têm demonstrado que independentemente do nível glicêmico, há falha na manutenção da saúde muscular denominada Miopatia Diabética. Resultados de pesquisas evidenciaram alterações morfológicas importantes no músculo reto abdominal (MRA) e estriado uretral de ratas prenhes diabéticas sedentárias. Dessa forma, torna-se importante avaliar a potencialidade do programa de exercício em ambiente aquático para prevenção ou regeneração do MRA e do músculo estriado uretral de ratas prenhes com diabete moderado para subsidiar a aplicação clínica em humanos. Objetivo: Analisar o efeito do exercício em ambiente aquático sobre o MRA e músculo estriado uretral de ratas prenhes com diabete moderado, por análises morfológicas. Material e Método: Serão incluídas 20 ratas prenhes que foram induzidas ao diabete moderado e 20 ratas prenhes sem indução, portanto não diabéticas. 10 ratas de cada grupo serão submetidas ao programa de exercício em ambiente aquático desde o 1º dia de prenhez até o 21º dia, as outras 10 de cada grupo serão submetidas ao mesmo programa, contudo sem o nível de água para exercício. Será realizada análise morfológica das fibras musculares e da Matriz Extracelular (MEC) do MRA e músculo estriado uretral por Microscopia Fotônica Convencional (HE, Picrossirius e Imunoistoquímica) e Microscopia Eletrônica de Transmissão (ultraestrutura das fibras musculares e da MEC). Será considerado limite mínimo de confiança de 95% (limite de significância <0,05). (AU)