Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de novos alvos do fator de transcrição POD1/TCF21 em culturas de células de tumores humanos

Processo: 16/12381-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Claudimara Ferini Pacicco Lotfi
Beneficiário:Barbara dos Santos Passaia
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Adenocarcinoma   Carcinoma hepatocelular   Fatores de transcrição TCF   Transcrição genética   Células tumorais   Análise de sequência de DNA   Superexpressão gênica   Inativação gênica

Resumo

Os fatores de transcrição, o fator esteroidogênico 1 (SF1) e o receptor homólogo de fígado (LRH1) são importantes na regulação da esteroidogênese nas adrenais e nas gônadas, respectivamente, e parece estarem envolvidos no processo de tumorigênese desses órgãos. SF1 e LRH1 podem ser regulados por vários fatores, dentre eles o fator de transcrição do tipo bHLH, POD1/TCF21. Nosso grupo descreveu que POD1/TCF21 está menos expresso em carcinomas adrenocorticais e é capaz de inibir a expressão endógena de SF1 e de enzimas esteroidogênicas, através da ligação no sitio E-box do promotor de SF1 de culturas de células provenientes de carcinomas adrenocorticais humanos e culturas normais de adrenais de rato. Resultados mais recentes mostraram que a expressão combinada da expressão dos genes POD1-BUB1B e POD1-SF1 tem valor de prognóstico em tumores adrenocorticais de pacientes adultos e pediátricos, respectivamente. Outros resultados mostraram que POD1 promove o aumento da expressão gênica de LRH1 e a diminuição da expressão de SHP, um regulador negativo de LRH1, em células de hepatocarcinomas. Em conjunto, nossos dados e de outros sugerem que POD1/TCF21 pode ter um papel mais amplo como regulador da transcrição em células tumorais, além de ser candidato a gene supressor de tumor. Além disso, o conhecimento sobre seu papel na tumorigênese adrenal e de outros tumores é ainda insipiente. Portanto, temos como hipótese que a identificação de outros alvos controlados por POD1/TCF21 podem contribuir no entendimento da sua importância e do seu papel nas células tumorais. Portanto, temos como objetivo sequenciar o DNA imunoprecipitado de células de carcinoma adrenal e hepático, respectivamente, as células NCI-H295R, ACC-T36 e HepG2, transduzidas com lentivirus com POD1, pelo método ChIP-Seq, seguido da validação dos alvos encontrados pelos métodos de ChIP-PCR, qPCR e immunoblotting. Além disso, faremos uma avaliação funcional da viabilidade, morte celular e migração após alteração do padrão de expressão dos genes alvos selecionados através do silenciamento ou superexpressão desses genes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PASSAIA, BARBARA DOS SANTOS; LIMA, KELI; KREMER, JEAN LUCAS; DA CONCEICAO, BARBARA BRITO; DE PAULA MARIANI, BEATRIZ MARINHO; LIPRERI DA SILVA, JEAN CARLOS; NOGUEIRA ZERBINI, MARIA CLAUDIA; BARISSON VILLARES FRAGOSO, MARIA CANDIDA; MACHADO-NETO, JOAO AGOSTINHO; PACICCO LOTFI, CLAUDIMARA FERINI. Stathmin 1 is highly expressed and associated with survival outcome in malignant adrenocortical tumours. INVESTIGATIONAL NEW DRUGS, v. 38, n. 3, p. 899-908, JUN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.