Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo funcional em linfócitos de pacientes com Esclerose Lateral Amiotrófica: relevância para a determinação de biomarcadores

Processo: 18/09084-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Tatiana Rosado Rosenstock
Beneficiário:Beatriz Grisolia Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/02041-1 - O papel das lisinas(K)-deacetilases para a neuroproteção de desordens mitocondriais: perspectivas de terapia epigenética para a esclerose lateral amiotrófica e esquizofrenia, AP.JP
Assunto(s):Biologia celular   Esclerose amiotrófica lateral   Metabolismo   Linfócitos   Mitocôndrias   Biomarcadores   Modelos animais   Estudos de coortes

Resumo

A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa caracterizada pela degeneração progressiva de neurônios motores. A ELA, na maioria dos casos, é uma desordem esporádica, sendo apenas 10 a 15% deles familiar (de causa genética; denominada como FALS). Hoje é sabido que a etiologia da ELA é multifatorial, visto que ela apresenta não apenas modificação da expressão gênica e aumento de inclusões de proteínas ubiquitinadas, mas também alterações de caráter energético - uma das principais particularidades neuropatológicas dessa desordem. Nesse sentido, e de grande importância para esse trabalho, está o fato de que já foram observadas alterações da função mitocondrial em modelos animais de ELA, bem como em amostras de pacientes, nomeadamente mutação da citocromo c oxidase, deleção do DNA mitocondrial (DNAmt) e favorecimento da fissão da organela. Curiosamente, ao mesmo tempo, pouco se tem na literatura sobre os fatores que estão relacionados com a progressão dessa grave desordem em humanos e, principalmente, qual é a correlação deles com a função mitocondrial ao longo do tempo. Assim, o objetivo desse projeto é realizar I) um estudo caso-controle e II) um estudo coorte-prospectivo, com amostras obtidas de pacientes com ELA do ambulatório de Neurologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCMSP), visando determinar o papel da função mitocondrial e do metabolismo energético para a evolução clínica da ELA. Portanto, cremos que com esse este estudo será possível determinar a disfunção mitocondrial per se e/ou modificação de outros fatores indiretamente relacionados às mitocôndrias como biomarcador para o prognóstico e a avaliação terapêutica dos pacientes.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRITO, MARIANA DUTRA; GOMES DA SILVA, GUSTAVO FERRO; TILIERI, ERICK MUTTI; ARAUJO, BEATRIZ GRISOLIA; CALIO, MICHELE LONGONI; ROSENSTOCK, TATIANA ROSADO. Metabolic Alteration and Amyotrophic Lateral Sclerosis Outcome: A Systematic Review. FRONTIERS IN NEUROLOGY, v. 10, NOV 20 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.