Busca avançada
Ano de início
Entree

Informação, dinâmica dos preços e modelos de regras endógenas de reajuste

Processo: 18/03281-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economia Monetária e Fiscal
Pesquisador responsável:Marco Antonio Cesar Bonomo
Beneficiário:Mariana Orsini Machado de Sousa
Instituição-sede: Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Política monetária   Macroeconomia   Inflação   Desemprego   Índice de preços

Resumo

A pesquisa proposta visa analisar a dinâmica da inflação de um ponto de vista inovador, com o intuito de desenvolver maior entendimento para episódios de aceleração da inflação e até mesmo episódios mais atuais de missing deflation puzzle e missing inflation puzzle. Nestes períodos, o tradicional trade-off entre inflação e produto parece ter desaparecido. Até mesmo as mais modernas versões da Curva de Phillips Novo-Keynesiana apresentam dificuldades em explicá-los. No intuito de preencher tais lacunas na literatura e dada a importância para a política monetária dos modelos macroeconômicos com rigidez de preços para medir os impactos reais da inflação na economia, a presente pesquisa deve contemplar estimativas empíricas da Curva de Phillips seguindo o trabalho iniciado por Ball et. al. (1988) e análise mais recente de Miles et. al. (2017) para diversos países, períodos e variáveis explicativas, analisando o comportamento do parâmetro de trade-off. Uma hipótese a ser testada é que, o que pode estar por detrás do puzzle, é a importância da informação sobre preços relativos para ancorar os preços. Neste contexto, a revolução da internet é fundamental. Já na segunda parte da pesquisa, pretende-se utilizar os resultados empíricos obtidos na primeira parte para testar a aderência simultânea dos diversos modelos como como (Calvo (1983)), custos de menu (Golosov e Lucas, 2007) e regras endógenas de reajuste (Bonomo e Carvalho, 2004, 2010) aos dados micro e macroeconômicos. (AU)