Busca avançada
Ano de início
Entree

Cacos de tinta: autoetnografia e ego-história em memoriais acadêmicos femininos da Universidade de São Paulo (2000 - 2015)

Processo: 18/05783-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História
Pesquisador responsável:Wilton Carlos Lima da Silva
Beneficiário:Rafaela Duarte Vieira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia   Memorialismo   Estudos de gênero   Linguagem escrita   Autobiografias   Narrativas pessoais   Ego   Estudantes universitários

Resumo

Os memoriais acadêmicos são documentos de caráter institucional solicitados pelas universidades brasileiras para o ingresso na instituição ou progressão na carreira docente. O principal objetivo desses documentos ao serem elaborados é apresentar os principais fatos da vida universitária de quem os escrevem, sendo que alguns narradores utilizam um discurso dotado de maior subjetividade enquanto outros enfatizam as dimensões objetivas em sua escrita. Serão reunidos, fichados e analisados vinte e dois memoriais apresentados aos concursos de livre-docência e de titularidade de professoras dos Departamentos de História e Antropologia da Universidade de São Paulo, entre 2000 e 2015. O objetivo é caracterizar formas de autonarrativa que identifiquem tanto a condição feminina na construção da memória pessoal e profissional de tais professoras, como também referenciais do campo intelectual em que se situam e que torne possível caracterizar tais narrativas como exemplos de autoetnografia e de ego-história. (AU)