Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da atividade oncolítica do Paramixovírus aviário sorotipo 1 em células de neoplasias mamárias de cadelas

Processo: 18/06216-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Heidge Fukumasu
Beneficiário:Mariana Rodrigues dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/02493-7 - Neoplasias mamárias de cadelas e a teoria das células-tronco cancerosas: uma abordagem comparada e translacional, AP.JP
Assunto(s):Neoplasias mamárias   Oncologia

Resumo

O câncer mais prevalente em animais de companhia são as neoplasias mamárias, afetando especialmente fêmeas de raças variadas. Concomitante a isso, o número de terapias para o tratamento do câncer tem se expandido, embora as mais usuais, como a cirurgia e quimioterapia, tornam-se ineficazes em alguns casos, sendo necessário o uso de terapias alternativas auxiliadas pelo advento da biotecnologia. Uma abordagem terapêutica promissora é a utilização de alguns vírus, naturais ou modificados, com atividade oncolítica. Estes vírus replicam seletivamente em células cancerosas e as destroem, sem causar danos aos tecidos normais, promovendo a regressão tumoral. Desta forma, o objetivo deste projeto é avaliar o potencial oncolítico do paramixovírus aviário sorotipo 1 (APMV-1) em linhagens de células neoplásicas derivadas de tumores mamários de cadelas e cultivadas in vitro. Durante a infecção, as células serão analisadas morfologicamente, à fim de observar possíveis efeitos citopáticos. Serão realizados ensaios de citotoxicidade para determinar o potencial citotóxico do vírus e, em seguida, análises de ciclo celular e morte celular, para determinar o papel do vírus no ciclo das células e o mecanismo de morte celular, respectivamente. Como controle, serão utilizadas linhagens de células caninas não neoplásicas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.