Busca avançada
Ano de início
Entree

Brevipalpus yothersi (Acari: Tenuipalpidae): interação de vírus citoplasmáticos e nucleares

Processo: 17/26086-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Valdenice Moreira Novelli
Beneficiário:Leticia Maria Ferreira
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Entomologia agrícola   Dichorhavirus

Resumo

Atualmente, Brevipalpus yothersi é a espécie de ácaro vetor mais comum em pomares brasileiros e está associada à transmissão de diversos fitovírus, conhecidos como VTBs (vírus transmitidos por Brevipalpus). Dentre estes estão o Citrus leprosis virus C (CiLV-C), principal agente causal da leprose dos citros, que causa perdas significativas aos produtores de laranja; o Passion fruit green spot virus (PFGSV), agente causal da pinta verde do maracujazeiro, que pode levar à morte prematura da planta; e o Coffee ringspot virus (CoRSV), agente da mancha anular do cafeeiro, que tem ocasionado danos de produção, principalmente na qualidade da bebida. Como estas culturas possuem grande importância econômica e social para o Brasil e são, muitas vezes, plantadas próximas, a proposta do trabalho é investigar se a espécie de ácaro vetor B. yothersi é capaz de adquirir e inocular, simultaneamente diferentes vírus CiLV-C, PFGSV, e CoRSV, e como se comportam as vias de defesa das plantas hospedeiras quando expostas à estas situações, independente do vírus inoculado. A proposta visa obter resultados que complementem informações sobre a interação vírus-vetor-hospedeiro dos VTBs.