Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de híbridos da classe siloxano-poliéter como efetivos adsorventes para remoção de corantes

Processo: 18/07362-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Eduardo Ferreira Molina
Beneficiário:Álvaro Henrique de Oliveira Marinho
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Cinética   Materiais híbridos   Adsorção (química)   Sorção   Corantes

Resumo

A procura por adsorventes com excelente capacidade de sorção é cada vez mais solicitada pelas indústrias e tema de pesquisas no meio acadêmico. Esta demanda é devido a global preocupação pela proteção do ambiente e fontes de águas na qual a remoção eficaz de óleos, solventes orgânicos e corantes de água é de significativa importância. Neste contexto, o uso de materiais híbridos pode ser uma alternativa viável e de baixo custo para esta preocupação. O objetivo central deste projeto é o uso de adsorventes baseados em híbridos siloxano-poliéter, capazes não somente de reter diferentes moléculas em sua rede, mas também a ligação a sítios específicos e seletiva separação. A utilização de materiais da classe siloxano-poliéter como eficientes adsorventes poderá viabilizar o uso desses sistemas para o tratamento de efluentes industriais. A partir dos resultados experimentais, será avaliado a capacidade máxima de adsorção e propor os mecanismos para a remoção de corantes. Para isso, diferentes técnicas de caracterização disponíveis na Universidade de Franca serão utilizadas como análise térmica (TG), espectroscopia-Infravermelho (FTIR), Microscopia eletrônica de varredura (SEM). Além disso, ensaios de adsorção in situ envolvendo a matriz siloxano-poliéter PEO e solução do corante serão realizadas através da espectroscopia na região do ultravioleta-visível (UV-vis) na qual possui uma sonda de imersão acoplada ao equipamento CARY 60. (AU)