Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações da fase esofágica da deglutição de crianças e adolescentes

Processo: 18/03251-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Inês Rebelo Gonçalves
Beneficiário:Isabelle Lima Guerreiro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos de deglutição   Deglutição   Esôfago   Exames médicos   Adolescentes   Crianças

Resumo

Introdução: Qualquer alteração no ato de engolir que dificulte ou impeça a ingestão oral segura, eficiente e confortável é denominada disfagia. Esta pode levar à desnutrição, desidratação, aspiração laringotraqueal, provocando pneumonias de repetição e até mesmo óbito. Os índices de disfagia na população pediátrica aumentaram nos últimos anos. A fase esofágica da deglutição consiste em uma onda peristáltica automática, que leva o bolo alimentar do esôfago para o estômago, portanto, reduzindo o risco de refluxo gastroesofágico. Em crianças menores, ela pode se manifestar por meio de recusa alimentar ou choro durante as refeições, além dos sintomas mais comuns como engasgos e tosses. O videodeglutoesofagograma, também conhecido como videofluoroscopia da deglutição, tem por objetivo diagnosticar, caracterizar e definir a conduta terapêutica para os distúrbios da deglutição. Objetivo: O objetivo deste estudo será verificar alterações na fase esofágica da deglutição de crianças e adolescentes submetidos ao exame videodeglutoesofagograma. Material e Método: O estudo será realizado por meio da análise de laudos de exames de videodeglutoesofagograma realizados no Departamento de Diagnóstico por Imagem da UNIFESP e que fazem parte do arquivo do Setor de Reabilitação Funcional das Desordens da Deglutição (SEREDE) do Departamento de Fonoaudiologia, também da UNIFESP. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.